Notícias | Dia a dia
Federer é pouco exigido e vence a 14ª seguida
12/03/2018 às 18h56

Suíço cedeu apenas três games em partida de 58 minutos nesta segunda-feira

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - Com absoluta tranquilidade, Roger Federer garantiu seu lugar nas oitavas de final do Masters 1000 de Indian Wells. O suíço não encontrou resistência e foi pouquíssimo exigido na partida contra o sérvio Filip Krajinovic, 28º do ranking mundial, e marcou as parciais de 6/2 e 6/1 em apenas 58 minutos de partida.

Esta é a 14ª vitória seguida de Federer na temporada. Campeão do Australian Open e do ATP de Roterdã, o número 1 do mundo ainda não perdeu jogos este ano. Ele precisa de mais duas vitórias para ser semifinalista em Indian Wells, resultado suficiente para manter a liderança do ranking por mais duas semanas.

Depois de passar por um rival inédito no circuito e atuar nos últimos três dias por conta da chuva no sábado, Federer só deve voltar a atuar na próxima quarta-feira. O próximo adversário do suíço é Jeremy Chardy, que venceu um duelo francês contra Adrian Mannarino por 7/5, 4/6 e 6/1. Federer já jogou quatro vezes contra Chardy, número 100 do mundo, e só perdeu no saibro de Roma em 2014.

Federer já largou com uma quebra de vantagem, mas ainda tinha algumas dificuldades para se adaptar no começo de partida. Assim, o suíço acabou tendo o saque quebrado pela primeira vez no torneio. Nada que ameaçasse o domínio do líder do ranking na partida, já que ele continuava criando chances no saque do adversário e conseguiria mais duas quebras até o fim do primeiro set.

A pouca competitividade da partida desta segunda-feira ficou ainda mais evidente no começo da parcial seguinte. Federer venceu doze dos primeiros quinze pontos disputados e já começou vencendo por 3/0. O suíço, que teria um break point no quarto game, voltaria a quebrar dois games mais tarde. Durante o segundo set, o número 1 do mundo perdeu só três pontos em seus games de saque.

Ao longo da rápida apresentação em Indian Wells, Federer liderou a contagem de winners com folga ao anotar 24 bolas vencedoras contra apenas seis de seu adversário. O suíço terminou o jogo com dez erros não-forçados, enquanto Krajinovic deu 17 pontos de graça. A disparidade também foi expressa no total de pontos, já que o suíço marcou 61, o dobro da contagem de seu rival sérvio.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis