Notícias | Outros
Argentino e canadense levam o Juvenil de Porto Alegre
04/03/2018 às 17h55

Argentino Baez e canadense Fernandez levaram o caneco

Foto: Gabriel Heusi

Porto Alegre (RS) - Depois 14 anos um argentino volta a conquistar o 35º Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre. Em uma partida que foi marcada pelo forte calor que atingia a Associação Leopoldina Juvenil, Sebastian Baez conquistou o troféu contra o dominicano Nick Hardt por 6/1 6/4.

No primeiro set Baez sobrou. Quebrando dois serviços de Hardt, o argentino não tomou conhecimento de seu rival e o venceu por 6/1. No segundo, Baez enfrentou um pouco mais de dificuldade, forçando bastante as bolas longas, Nick conseguiu encostar na partida e fazer um jogo mais duro, no entanto, não conseguiu aguentar a pressão e em 1h20min de jogo Sebastian venceu o set por 6/4 e levantou a taça, seu maior troféu na carreira.

“Acredito que foi um bom jogo, apresentamos um grande tênis. No primeiro set errei quase nada, então foi preponderante para o placar mais dilatado. No segundo set foi mais parelho, mas nos momentos decisivos os pontos ficaram mais para o meu lado”, disse o tenista que ergue a segunda taça seguida após vencer no final de semana anterior o Banana Bowl, em Criciúma.

“Estou muito orgulhoso da minha conquista, principalmente por se tratar de um dos maiores torneios do na minha categoria, mas tenho que dividir com todas da minha equipe, sem eles não conseguia chegar a resultados tão expressivos. Vou ficar com uma excelente imagem da capital gaúcha e do campeonato. Todos me trataram muito bem. Foi tudo perfeito, quadras, hotel, alimentação, boleiros, arbitragem, todos que fazem parte do staff para o torneio ser tão grandioso e de excelente qualidade”, celebrou.

Baez, que se torna o primeiro argentino desde Eduardo Schwank em 2004 a vencer o torneio, será o número dois do mundo na lista do ranking da Federação Internacional de Tênis na segunda-feira, seu melhor desempenho: "Estou muito feliz, fruto do grande trabalho com minha equipe e meu técnico Sebastian Rodriguez, não imaginava atingir esse ranking e agora quero ir por mais e ir bem no profissional".

Canadense de 15 anos levanta o troféu no feminino

A canadense Leylah Annie Fernandez, 84ª do mundo, levou a melhor no confronto diante da dinamarquesa Clara Tauson, 65ª, na final dos 18 anos feminino do 35º Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre apresentado por Gerdau e Itaú. Fernandez, de 15 anos, venceu por 6/3 e 7/6 (7-4).

No primeiro set as duas tenistas mostraram muito nervosismo, principalmente no saque. No entanto, conquistando um bom aproveitamento no serviço, Leylah conquistou o primeiro set por 6/3. Na série seguinte, a canadense apresentou novamente cansaço e deixou Tauson crescer no jogo. A nórdica teve quebras de serviço à frente, mas Leylah virou, sacou para a vitória em 6/5 desperdiçou dois match-points, um deles com dupla-falta e teve que jogar o tiebreak onde tranquilizou para definir a partida.

A nova campeã avalia de bastante crítica sua conquista e pondera sobre alguns pontos que poderia ter sido melhor na partida: “Final foi bem difícil, não consegui apresentar um grande tênis. Estava muito nervosa. Primeira final de um torneio tão grande. O importante durante toda a competição foi minha determinação e que não desanimei em nenhum momento, tudo que meu pai me ensinou", disse a jogadora nascida no Equador de pai equatoriano e mãe canadense. Ele se mudou cedo para Montreal onde treina na federação local.

“Estou muito feliz e contente demais, é uma honra vencer aqui um dos maiores torneios infanto juvenil do mundo. Sou bem sincera, quando cheguei, não esperava ir tão longe. Não pensei em resultados, queria jogar para pegar experiência. Foi uma bela de uma conquista este título, sem palavras, fica até complicado descrever a emoção”, celebrou.

Fernandez se torna a segunda canadense campeã na história do evento igualando o feito de Eugenie Bouchard campeã de 2011, que depois foi ao top 5 do profissional, em 2014, com o vice-campeonato de Wimbledon e é uma das musas do tênis mundial.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis