Notícias | Outros
Baez decide os 18 contra surpresa dominicana
03/03/2018 às 20h33

Nick Hardt, da República Dominicana, festeja primeira final Grau A.

Foto: Gabriel Heusi/ Heusi Action

Porto Alegre (RS) - A final masculina do 35º Campeonato Internacional Juvenil de Porto Alegre será latina, reunindo o argentino Sebastian Baez e o surpreendente Nick Hardt neste domingo. As finais largam às 10h com o feminino e logo a seguir, a decisão masculina.

O argentino Baez, sexto do mundo e cabeça de chave 2, campeão do Banana Bowl na semana passada, e superou o japonês Naoki Tajima, 15º colocado, por 7/6 (7/3) e 6/1 em 1h10 de jogo. "Tive dificuldades no início do primeiro set. Saques muitos frouxos e ele jogou um tênis muito bom, no entanto, consegui a vitória. Já no segundo set, entrei bem mentalmente e conquistei a vitória. Agora, expectativa de fazer grande jogo na final", disse o argentino, que tentará sua maior conquista na carreira.

Baez vai disputar o título com o dominicano Nick Hardt, 32º do mundo, que venceu batalha de três horas contra o principal favorito, o colombiano Nicolas Mejía, com parciais de 3/6, 7/6 (7/4) e 6/4. Hardt salvou break-point no último game e Mejía pediu atendimento médico com problemas na perna. Os dois treinam na IMG Academy em Bradenton, na Flórida.

"Que grande partida, joguei contra o meu melhor amigo Nicolas. A verdade é que estou sem palavras. Estou muito contente por passar para a minha primeira final de torneio Grau A, de um nível incrível. Perdi o primeiro set com o Nicolas jogando um nível muito grande de tênis. O segundo set 7/6 muito brigado, tive quatro set points, não pude encerrar em uma partida tremenda. No terceiro set, estava 5/1 para mim e o Nicolas seguiu lutando e lutando. Me quebrou e fez 5/4, mas consegui fechar e estou muito contente de chegar à final”, disse Hardt.

Baez e Hardt se enfrentaram uma vez em College Park, nos Estados Unidos, ano passado, com triunfo em três sets do argentino. Baez é um cara muito lutador, que devolve todas as bolas, corre muito. Vou para mais uma batalha, lutar como hoje, me sinto bem fisicamente. Normalmente, tenho problemas com cãibras, hoje não tive. Estou bem apesar da batalha", disse o dominicano.

As finais de simples ocorrem neste domingo a partir das 10h, com a decisão feminina entre a canadense Leylah Fernandez e a dinamarquesa Clara Tauson.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis