Notícias | Dia a dia | Rio Open
Schwartzman: 'Acreditei no título durante torneio'
25/02/2018 às 21h55

Schwartzman sagrou-se campeão sem perder um set

Foto: Fotojump
Felipe Priante

Rio de Janeiro (RJ) - Campeão do Rio Open, seu primeiro título de ATP 500 da carreira, o argentino Diego Schwartzman garantiu que chegou ao torneio sem pensar na possibilidade de título, mas que durante a disputa passou a acreditar nas suas chances de conquista, o que acabou acontecendo neste domingo ao bater o espanhol Fernando Verdasco na final.

"Conforme foram passando as partidas fui me convencendo que poderia ganhar o torneio. Mesmo depois do título, sei que tenho que seguir meu trabalho para continuar evoluindo. Temos uma longa temporada pela frente e o ano da ATP é longo e desgastante", afirmou o argentino, que entrará para o top 20 pela primeira vez na próxima segunda-feira.

Schwartzman destacou ter conseguido aproveitar bem as chances que teve durante a semana. "É meu primeiro ATP 500, quero agora aproveitar o momento e desfrutar. Joguei muito bem, aproveitei todos os momentos que meus rivais jogaram mal e cometeram erros", avaliou o futuro número 18 do mundo.

Ao falar sobre a decisão deste domingo, ele admitiu não ter começado bem, mas celebrou a pronta recuperação. "No primeiro game da partida ele jogou bem, mas deu sorte que pude me recuperar logo em seguida e depois consegui ir bem. No segundo set consegui salvar vários break-points, o jogo ficou muito desgastante e como ele vinha de jogar em simples e duplas", disse.

O argentino revelou ter recebido muitas mensagens instantes após a conquista e explicou o porquê de ter escolhido ir jogar no piso duro do ATP 500 de Acapulco ao invés do saibro do Brasil Open. "Acapulco dá mais pontos e também assim me preparo melhor para Indian Wells e Miami", falou Schwartzman.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series