Notícias | Dia a dia | Rio Open
Verdasco admite que cansaço pesou na decisão
25/02/2018 às 21h21

Verdasco deixou o Rio com um título e um vice

Foto: Fotojump
Felipe Priante

Rio de Janeiro (RJ) - As jornadas duplas do espanhol Fernando Verdasco, que chegou na final de simples e de duplas neste Rio Open acabou pesando na hora de enfrentar o argentino Diego Schwartzman neste domingo pelo título. Ele admitiu que sentiu um pouco o cansaço e que isso pode ter feito a diferença.

"Na partida de hoje, ele estava muito mais acertado do que eu, talvez tenha sentido um pouco do cansaço da final de duplas de ontem e também da semifinal contra Fabio (Fognini). As pernas não estavam tão boas como nos outros dias e isso acabou se transformando em erros não forçados", analisou o madrilenho.

Verdasco saiu chateado com o vice, mas tirou um saldo positivo da semana em que ficou com o vice em simples e o título nas duplas. "Perder na final é sempre melhor do que na primeira rodada, mas também é mais dolorido. De qualquer forma tenho que ficar feliz com o resultado que consegui nesta semana aqui", observou o canhoto espanhol.

"Agora só penso em descansar depois de uma semana muito dura. Vou tentar me recuperar o máximo possível", disse Verdasco, que irá reencontrar Schwartzman na primeira rodada do ATP 500 de Acapulco. "Teremos uma mudança de superfície e de bolas, seguramente será uma partida bem diferente", avaliou.

O espanhol não pensa em mudar seus planos mesmo depois de uma semana tão positiva. "Em sempre penso no dia, tanto nas partidas como nos treinamentos. Quero estar melhor a cada dia, mas nem sempre as coisas dão certo e o mais importante é seguir dando o máximo todo dia. Não tenho uma meta de ranking, espero apenas que 2018 seja um ano bom para mim", finalizou.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series