Notícias | Dia a dia | Rio Open
Schwartzman fatura no Rio Open seu maior título
25/02/2018 às 18h37

Schwartzman será o 18º do mundo no próximo ranking

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - O argentino Diego Schwatrzman viu sua excelente semana no Rio Open ser coroada neste domingo com uma vitória em sets diretos para cima do espanhol Fernando Verdasco, que não manteve o nível altíssimo de atuação das partidas anteriores e teve que se contentar com o vice-campeonato ao levar placar de 6/2 e 6/3, em 1h23 de confronto.

Além de comemorar sua estreia no top 20, aparecendo na lista da próxima segunda-feira na 18ª colocação, cinco a mais do que a atual, o "hermano" também festeja seu maior título da carreira, seu primeiro ATP 500. Até então ele havia vencido apenas o ATP 250 de Istambul, dois anos atrás, tendo perdido duas finais no ATP 250 da Antuérpia.

Schwatrzman não apenas levará os 500 pontos pela conquista, mas também sairá das quadras de saibro do Jockey Clube Brasileiro com um gordo cheque de US$ 365 mil. Do outro lado, o vice-campeão Verdasco levará uma premiação de quase US$ 180 mil e mais 300 pontos que o farão sair da 40ª para a 27ª colocação no ranking.

O primeiro set começou com um susto para o argentino, que perdeu o serviço logo no game inicial. Contudo, ele tratou de não ficar atrás por muito tempo e na sequência devolveu a desvantagem. Verdasco ainda teve mais três break-points no terceiro, mas não aproveitou um sequer e sem conseguir mostrar a mesma consistência dos jogos anteriores acabou sucumbindo.

Se o madrilenho não manteve o nível do restante da semana, Schwatrzman mostrou a mesma consistência que o levou à final. Depois do 2/2, o argentino anotou uma arrancada de quatro games e fechou o set.

A segunda parcial foi bem mais equilibrada, com chances para ambos os lados, principalmente para Verdasco, que perdeu um break-point no terceiro game e mais quatro no quinto. O pequenino argentino não perdoou as oportunidades perdidas e conseguiu sua quebra sexto, com ela foi até o final e assim chegou ao segundo título da carreira.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series