Notícias | Dia a dia | Rio Open
Verdasco quer levar confiança da dupla para a final
25/02/2018 às 02h25

Verdasco pode ser o primeiro a vencer simples e duplas

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Assim como fez no ano passado o espanhol Pablo Carreño, que chegou à final de simples e de duplas no Rio Open, seu compatriota Fernando Verdasco repetiu o feito em 2018. Neste sábado, ele garantiu a conquista nas parcerias, repetindo o conterrâneo, mas no domingo às 17h (horário de Brasília), quando enfrentará o argentino Diego Schwartzman, o madrilenho tentará uma inédita dobradinha.

Mesmo com o peso de uma jornada dupla, Verdasco acredita que o título aumentará sua confiança para a decisão. "Foram duas partidas muito duras e com muita tensão, mas o saldo é bastante positivo, pois venci ambas e com isso espero levar toda essa confiança para a final de simples amanhã. Espero estar bem fisicamente e dar tudo na última partida da semana", observou o espanhol.

O histórico entre os finalistas do Rio Open aponta vantagem para o argentino, que levou a melhor no solitário encontro, dois anos atrás, no saibro de Nice. "É um jogador que conheço bem e ele também a mim. Treinamos juntos em Buenos Aires antes do torneio lá começar. Espero que eu esteja em um dia bom e positivo", comentou o atual 40 do mundo, mas que já foi top 10.

Verdasco deixou claro ter gostado bastante do torneio e só lamentou que as boas campanhas nas duas chaves o deixaram com pouco tempo sobrando para conhecer melhor a cidade. "Quero poder voltar ao Rio no futuro, pois aproveitei muito essa semana, mesmo não tendo muito tempo para fazer outras coisas, já que joguei quase todos os dias por causa das chaves de simples e duplas. Pelo menos consegui conhecer o Cristo", finalizou.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series