Notícias | Outros
Loureiro vence o Banana Bowl de 16 anos em Caxias
24/02/2018 às 15h27

Loureiro já venceu quatro etapas na Gira Cosat e vem de dez vitórias seguidas

Foto: Thiago Parmalat/FGT

Caxias do Sul (RS) - O mineiro que treina em Santa Catarina João Victor Loureiro conquistou o título da categoria 16 anos do Banana Bowl, que foi disputado nas quadras do Recreio da Juventude, em Caxias do Sul. Na final realizada neste sábado, Loureiro derrotou o argentino Matias Iturbe por 6/4, 0/6 e 6/3.

Loureiro, líder do ranking da gira Sul-Americano classificatória para a gira Europeia, venceu dez jogos seguidos. Ele vem de título na etapa paraguaia em Assunção e tem mais duas conquistas em Cali, na Colômbia, e Córdoba, na Argentina. Além disso, ele também foi vice na cidade peruana de Chosica e semifinalista em Punta del Este, no Uruguai.

"Já tinha vencido outras etapas, mas vencer no Brasil, na frente da torcida, é diferente. Se não tivesse o apoio do público, talvez não voltasse para o jogo. Tomei 6/0 no segundo set e não é fácil voltar para a partida. Aí pensei positivo e em quem me apoia. No final, deu certo, saí campeão. Este ano está sendo muito especial", disse Loureiro, que tem apenas 14 anos.

Na chave feminina, Camilla Bossi ficou com o vice-campeonato. Melhor brasileira no ranking Cosat, a paulista que treina no clube Pinheiros caiu diante da uruguaia Guillhermina Grant, principal cabeça de chave, com parciais de 6/1 e 6/3.

14 anos - Principal favorito na categoria 14 anos, o paraguaio Adolfo Vallejo conquistou o título ao vencer o argentino Lautaro Midon por 6/4 e 6/3. Já a argentina Solana Sierra, cabeça 4 da chave feminina, surpreendeu a boliviana Gabriela Flores, primeira cabeça de chave, ao marcar um duplo 6/2 na partida decisiva.

Duplas - O Brasil assegurou os títulos de duplas das categorias 16 anos masculino e feminino. Em confronto nacional, a parceria formada por Lorena Cardoso, de Goiás, e Thassane Abrahim, de São Paulo, levou a melhor sobre a gaúcha Isadora Walber Machado e a catarinense Lívia Cavalcanti. Elas garantiram o título ao vencerem por 6/2 e 6/1. No masculino, o mineiro Bruno Oliveira e o catarinense Pedro Boscardin Dias passaram pelos argentinos Matias Iturbe e Ezequiel Monferrer por duplo 6/3.

Os estrangeiros garantiram títulos nos 14 anos. No masculino, o peruano Gonzalo Mendoza e o colombiano Nicolas Mendoza, principais favoritos, venceram os paraguaios Adolfo Vallejo e Martin Vergara Del Puerto, por 7/6(1) e 6/1, tornando-se campeões. No feminino, Hannah Chambers, de Barbados, e Débora Collado, da Guatemala, ficaram com o título derrotando, de virada, Paulina Martinessi, do Paraguai, e Solana Sierra, da Argentina, por 3/6, 7/5 e 10/4.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis