Notícias | Dia a dia | Rio Open
Bruno repete sina e volta a parar na semi no Rio
24/02/2018 às 00h23

Bruno fez semi em todas as edições do Rio Open

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Assim como aconteceu no ano passado, no outro antes, no antes deste e na primeira edição do Rio Open, o mineiro Bruno soares foi até a semifinal e de lá não passou. Nesta sexta-feira, ele e o britânico Jamie Murray foram eliminados pelos espanhóis David Marrero e Fernando Verdasco, que marcaram duplo 6/4 e garantiram a vaga na decisão.

"Hoje a gente pagou caro com a porcentagem baixa de primeiro serviço do Jamie, foi um jogo parecido com o de ontem, mas agora eles tiveram uma devolução melhor e acabamos perdendo o saque dele algumas vezes. Mas no geral a gente jogou bem. Foi mais uma boa campanha no Rio Open, outra semi, é ter paciência que ano que vem tem mais", analisou o mineiro.

"Consegui devolver um pouco mais de bola, mas em um dia de mais segundos saques, como foi, você acaba pagando mais caro", comentou Soares, que não elogiou apenas o inspirado Verdasco, que venceu em simples e duplas no mesmo dia, mas também deu créditos a Marrero.

"O cara (Verdasco) quando vem e faz um jogo desse, vai para o segundo jogo vendo a bola do tamanho de uma de vôlei. Esta confiante e soltinho. O Marrero também jogou muito bem também e mesmo sem ser um grande devolverdor conseguiu ir bem", encerrou o cabeça de chave 2 no Rio Open, que agora seguirá para a disputa do ATP 500 de Acapulco, no piso sintético.

Algozes de Soares e Murray, a dupla espanhola vai buscar o título neste sábado contra o croata Nikola Mektic e o austríaco Alexander Peya, que na outra semi deixaram pelo caminho os argentinos Horacio Zeballos e Andres Molteni com vitória definida em três sets e com palcar final de 6/4, 3/6 e 10-7.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series