Notícias | Outros
Brasil tem quatro semifinalistas no Banana de 16 anos
22/02/2018 às 20h30

João Victor Loureiro terá duelo nacional na semifinal da competição

Foto: Luiz Candido/Divulgação

Caxias do Sul (RS) - O Brasil estará presente nas semifinais da categoria 16 anos do Banana Bowl, que acontece nesta semana no Recreio da Juventude, em Caxias do Sul. No masculino, confirmando a condição de favoritos, Bruno Oliveira e João Loureiro venceram seus jogos nesta quinta-feira.

O mineiro Oliveira passou pelo uruguaio Francisco Llanes pelo placar de 6/4 e 6/1. Valendo vaga à final, ele enfrentará o cabeça 2 argentino Matias Iturbe, que eliminou o catarinense Pedro Boscardin Dias por 6/3 e 6/4.

João Loureiro também avançou sem maiores dificuldades. Ele derrotou o argentino Ezequiel Monferrer por 6/1 e 6/0. Nas semifinais, Loureiro terá pela frente o paulista Gustavo Heide, que venceu o uruguaio Juan Fumeaux por 6/3 e 6/4. Dessa forma, o Brasil já tem um representante na final da categoria 16 anos masculino.

Feminino - Melhor brasileira colocada no ranking Cosat, Camila Bossi será a representante do país nas semifinais da categoria 16 anos feminina. A paulista venceu com certa tranquilidade a paranaense Maria Eduarda Oliveira por 6/0 e 6/3 e busca vaga na final do Banana Bowl enfrentando Karen Siu. A peruana, segunda favorita, passou pela paulista Juliana Munhoz em uma verdadeira maratona de três sets, decidida no tiebreak do terceiro set: 6/1, 3/6 e 7/6 (11-9).

A outra semifinal será entre a principal favorita, a uruguaia Guilhermina Grant, que venceu a gaúcha Isadora Walber por duplo 6/1, e a peruana Daianne Hayshida, que passou por outra brasileira, a goiana Lorena Cardoso, de virada, placar de 3/6, 6/2 e 6/3.

Estrangeiros dominam nos 14 anos - Nos 14 anos, o Brasil não terá representantes nas semifinais. Os paranaenses Murilo Burckhardt e Gabriel Schenekenberg não tiveram um bom desempenho na quinta-feira e acabaram eliminados nas quartas de final do Banana Bowl.

Burckhardt perdeu para o principal favorito, o peruano Adolfo Vallejo, em dois sets, placar de 6/1 e 6/0. Já Schenekenberg foi derrotado pelo argentino Lautaro Midom, quarto cabeça de chave, parciais de 6/2 e 6/0. Os outros dois classificados para as semifinais são o peruano Gonzalo Bueno e o colombiano Nicolas Nino Mendoza.

No feminino, as melhores do ranking chegaram às semifinais. Principal favorita, a boliviana Gabriela Flores venceu a paraguaia Leyla Britez e enfrentará a peruana Alessia Martinez, que ganhou da venezuelana Isabella Colmenares. As semifinais começam às 9h.

Confira a programação desta sexta-feira.

16 ANOS MASCULINO
[1]Bruno Oliveira (BRA) vs. [4]Matias Iturbe (ARG)
[2]João Loureiro (BRA) vs. [9]Gustavo Heide (BRA)

14 ANOS MASCULINO
[1]Adolfo Vallejo (PAR) vs. [3]Nicolas Nino (COL)
[2]Gonzalo Bueno (PER) vs. [4]Lautaro Midon (ARG)

16 ANOS FEMININO
[1]Guilhermina Grant (URU) vs. [3]Daianne Hayashida (PER)
[2]Karen Siu (PER) vs. [4]Camila Bossi (BRA)

14 ANOS FEMININO
[1]Gabriela Flores (BOL) vs. [3]Alessia Martinez (PER)
[2]Valeria Carreno (COL) vs. [4]Solana Sierra (ARG)

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis