Notícias | Outros
Banana: brasileiros seguem vivos nos 14 e 16
22/02/2018 às 11h01

Bruno Oliveira é o principal favorito nos 16 anos.

Foto: Thiago Parmalat/FGT

Caxias do Sul (RS) – Depois de três dias de muita disputa nas quadras do Recreio da Juventude, os confrontos das quartas de final do Banana Bowl já são conhecidos. Na categoria 16 anos, os mineiros Bruno Oliveira e João Victor Loureiro, principais favoritos, venceram seus jogos de quarta-feira e avançaram no torneio.

Oliveira teve uma partida duríssima contra o peruano Diego Serra, em três sets, placar de 6/2, 4/6 e 7/6 (7/5) e enfrentará o uruguaio Francisco Llanes, sexto favorito, por uma vaga na semifinal. Loureiro, por sua vez, derrotou por duplo 6/2 o paulista Guilherme Zotin. Agora, ele vai encarar o argentino Ezequiel Monferrer, décimo pré-classificado. Outros dois brasileiros que estão nas quartas de final são o paulista Gustavo Heide e o catarinense Pedro Boscardin Dias. Heide passou pelo paraguaio Lucas Risso por duplo 6/3 e enfrentará Juan Fumeaux, do Uruguai. Boscardin, sétimo cabeça de chave, eliminou o gaúcho Pedro Sasso por 6/2 e 6/0. Seu próximo adversário será o argentino Matias Iturbe, quarto favorito.

14 ANOS MASCULINO - Os paranaenses Murilo Burckhardt e Gabriel Schenekenberg são os representantes brasileiros ainda com chances na categoria 14 anos masculino do Banana Bowl. Eles venceram seus confrontos na quarta-feira e alcançaram as quartas de final. Burckhardt fez um grande partida e venceu o peruano Ignácio Buse, sexto favorito, em dois sets, placar de 6/4 e 6/0. Agora, desafiará o principal favorito, o paraguaio Adolfo Vallejo, que passou pelo mineiro Giacomo Moreira, parciais de 6/4 e 6/1. Schenekenberg venceu o chileno Piero Moreno, quinto favorito, de virada, por 2/6, 6/3 e 6/3. Pelas quartas de final seu adversário e o argentino Lautaro Midom, quarto cabeça de chave. Os outros brasileiros que jogaram, mas não  conseguiram avançar, foram Ricardo Dutra, Lucas Andrade da Silva e João Schiessl.

16 ANOS FEMININO - O Brasil conseguiu colocar cinco jogadoras nas quartas de final do Banana Bowl. A paulista Camila Bossi, principal brasileira na categoria, passou pela uruguaia Belen Deus marcando 6/4 e 6/3 e agora enfrenta a paranaense Maria Eduarda Oliveira, oitava favorita, que venceu Bruna Sampaio, do Distrito Federal, em três sets, parciais de 7/5, 4/6 e 6/4. Em outro confronto brasileiro, a paulista Juliana Munhoz surpreendeu a gaúcha Sofia Mendonça, sétima pré-classificada, pelo placar de 7/5 e 6/1. Ela enfrentará a peruana Karen Siu, segunda favorita. Também em outros confrontos brasileiros a goiana Lorena Cardoso e a gaúcha Isadora Walber venceram seus jogos e passaram de fase. Lorena, quinta pré-classificada, tem uma partida complicada, pois joga contra a principal favorita, a uruguaia Guilhermina Grant. Já Isadora enfrenta a peruana Daianne Hayashida. Quem não teve a mesma sorte foi a atleta do Recreio da Juventude, Valentina Ferrarini, eliminada pela peruana Karen Siu, segunda favorita, parciais de 7/5 e 6/1.

14 ANOS FEMININO - As gaúchas Letícia Fonseca e Amanda Oliveira, esperanças caxienses no Banana Bowl, foram eliminadas na segunda rodada. Letícia, jogadora do Recreio da Juventude, acabou perdendo para a peruana Alessia Martinez, terceira favorita, por duplo 6/1. Já a atleta da academia Bohrer Sports, Amandinha, como é conhecida, perdeu para a paraguaia Paulina Martinessi por 6/2 e 7/6 (7/5). Com a derrota da paranaense Maria Bloot, o Brasil ficou sem representante nesta categoria.

 

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio