Notícias | Dia a dia | Rio Open
Bellucci sofre uma de suas piores derrotas no Rio
20/02/2018 às 00h22

Bellucci teve 4/0 e saque no segundo set

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Um set na frente, adversário pedindo socorro médico e placar de 4/0 com saque a favor na segunda série. E nem assim Thomaz Bellucci conseguiu enfim superar o italiano Fabio Fognini, sofrendo uma das mais terríveis derrotas de sua carreira na noite desta segunda-feira na estreia do Rio Open. Ao final de um jogo cheio de alternâncias, o número 21 do ranking anotou 6/7 (5-7), 7/5 e 6/2.

Suspenso por doping por cinco meses, Bellucci voltou ao circuito há três semanas em Quito e só ganhou um jogo em Buenos Aires na semana passada. Seu histórico é pouco expressivo no ATP 500 do Rio, onde soma agora cinco derrotas em oito jogos. Avançou duas rodadas em 2014, caiu na estreia nos dois anos seguintes e 12 meses atrás eliminou o então top 5 Kei Nishikori antes de ser batido por Thiago Monteiro.

O longo primeiro set desta noite teve um pouco de tudo. Jogadores trocaram quebram num início ruim, até que o italiano passou a errar menos e obteve importantes 4/2, explorando as trocas de direção de bola com maestria. Fognini estava firme, sequer se perturbando com as vaias da torcida, e teve set-point com Bellucci sacando com 3/5.

O brasileiro brigou, se salvou e então veio seu bom momento. Empatou tudo no décimo game mostrando paciência e sangue frio para evitar mais quatro set-points num game de 10 minutos. A definição foi então ao tiebreak e a gangarrou continuou, com apenas dois serviços confirmados nos seis primeiros pontos e empate por 3-3. Bellucci mostrava concentração. Perdeu um saque com 5-4, mas foi a 6-5 e teve paciência para trocar bolas e esperar o 30º erro do adversário para fechar o set.

Sempre instável, o vice-campeão de 2015 começou o segundo set em grande estilo, fez 15-40 e exigiu que Bellucci criasse jogadas diferentes. Aí o italiano se perdeu, cedeu o saque e permitiu ao brasileiro fazer 4/0. O jogo parecia encerrado e então veio o imprevisível: depois de pedir dois atendimentos e mancar em quadra, o italiano passou a arriscar mais e se empolgou, ao mesmo que Bellucci se perdeu. Veio o empate, o brasileiro ainda fez 5/4 no sufoco antes de perder mais três games seguidos.

O terceiro set começou com os dois tenistas instáveis e três quebras seguidas, até que Fognini confirmou o seu, fez 3/1 e Bellucci não teve mais forças para reagir, sofrendo sua quinta derrota consecutiva, todas sobre o saibro, para Fognini.

O adversário do italiano será o norte-americano Tennys Sandgren - atração do recente Australian Open -, que mais cedo se favoreceu do abandono do espanhol Roberto Carballes, vindo do quali, quando vencia por 4/6, 6/1 e 4/3.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series