Notícias | Outros
Banana Bowl: qualifiers definidos nos 14 e 16 anos
18/02/2018 às 16h42

João Sasso: gaúcho avançou à chave nos 16.

Foto: Thiago Parmalat/FGT

Caxias do Sul (RS) – Foram definidas, na tarde deste domingo, as seis vagas para a chave principal da categoria 16 anos masculino do Banana Bowl, que acontece em Caxias do Sul, no clube Recreio da Juventude. Entre os brasileiros que conseguiram passar pelo qualifying, João Sasso foi o único gaúcho a avançar, após vitória sobre o paulista Pedro Cressoni, por duplo 6/2. Integrante da equipe da Associação Leopoldina Juvenil e jogando o seu primeiro ano na categoria 16, ele reconheceu ter enfrentado uma chave “dura” e que quase foi eliminado na primeira rodada. “Fiquei uns dias sem treinar. Comecei um pouco lento e isso quase resultou em derrota, mas por sorte passei e embalei para conseguir a vaga”, admitiu. O gaúcho quer chegar o mais longe possível na competição, mas sabe que este objetivo depende muito do sorteio da chave principal. “O Banana é muito difícil, tem muitos atletas com bom ranking, mas estou confiante após estes três jogos. Posso surpreender e ir longe, quem sabe”, analisou. Os outros cinco classificados foram Victor Bini, Andrey Santos, Luca Penteado, Renan Silva e Felipe Rubio.

WILD CARD – Nada menos que 16 jovens brasileiros receberam convites (wild card) e terão a oportunidade de disputar um dos mais tradicionais e importantes torneios do circuito mundial juvenil, que tem a chave principal começando nesta segunda-feira, 19. Leyla Britez, Valentina Santos, Leticia Fonseca e Karoline Suzin ingressam direto na chave principal dos 14 anos feminino. Na categoria 14 masculino, foram contemplados Arthur de Souza, Kauã Santos, Lucas Muratori, Germano Setti, Gabriel Correa e Lucas Andrada. Nos 16 anos masculino, os agraciados foram Francisco Llanes, Lucas Britez, Breno Marques, Guilherme Bier, Lucas Costa de Lima e Marcelo Romboli.

Equatoriano vence o quali dos 14 – Principal favorito do qualificatório na categoria 14 anos masculino do Banana Bowl, o equatoriano Gian Rojas assegurou neste domingo uma vaga na chave principal do Banana Bowl, no Recreio da Juventude, em Caxias do Sul. Número 15 do ranking Cosat, Gian passou pelo brasileiro Victor Boff com parciais de 6/3 e 7/6 (8/6). Por não ter se inscrito a tempo, ele precisou jogar a etapa de classificação, ainda que tivesse ranking para entrar direto na chave. “Foi uma partida complicada, mas me senti bem nos pontos decisivos e consegui a vitória”. Gian Rojas atingiu as quartas de final da etapa paraguaia do Cosat e espera ir mais longe em Caxias do Sul. “Ser campeão seria muito bom, mas tenho que, no mínimo, repetir o resultado da semana passada”. Os outros classificados no quali dos 14 anos foram os brasileiros Guilherme Matta, Otávio dos Santos, Giácomo Moreira, Henrique Bertoli e Gabriel Resende.

Nos 14 anos feminino, a melhor ranqueada no quali do Banana Bowl também confirmou seu favoritismo. Em confronto brasileiro, a paranaense Juliana Sperb venceu a goiana Bruna Marques em dois sets, parciais de 6/3 e 6/1. Jogando pela primeira vez na categoria e estreando no circuito COSAT, Juliana, 62ª do ranking sul-americano, acredita ter feito dois bons confrontos para conseguir seu primeiro objetivo, que era de entrar na chave. Por outro lado, a paranaense sabe que, agora, começa uma nova competição e as dificuldades aumentam. “Sei que é meu primeiro ano, mas tenho confiança no meu jogo. Sempre queremos ir bem, mas claro que terei adversárias complicadas. Ficaria satisfeita de chegar pelo menos nas quartas de final”, assinala. As outras três classificadas para a chave principal foram as brasileiras Lara de Souza e Isabelle Torres, e a mexicana Ana Paula Sanchez.

Comentários
Loja - camisetas
Tennis Camp