Notícias | Dia a dia | Rio Open
Rogerinho, Bellucci e Thiago têm 'pedreiras' no Rio
17/02/2018 às 19h15

Bellucci tem um verdadeiro desafio diante de Fognini

Foto: Arquivo

Rio de Janeiro (RJ) - A sorte não ajudou os três brasileiros com vaga garantida na chave principal do ATP 500 do Rio de Janeiro. Rogério Silva, Thomaz Bellucci e Thiago Monteiro enfrentarão somente cabeças de chave de alta qualidade sobre o saibro. O Rio Open começa na segunda-feira nas quadras de saibro do Jockey Club Brasileiro.

Rogerinho terá de encarar o canhoto Albert Ramos, cabeça 4 e número 20 do ranking, que vem do vice-campeonato em Quito e já derrotou até mesmo Roger Federer ao longo da carreira. O único duelo entre eles foi em 2013, com vitória do espanhol. Quem avançar, enfrentará nas oitavas Guillermo Garcia-López ou Nicolas Jarry.

No mesmo quadrante ficou também Monteiro. Ele no entanto terá a dura missão de encarar o especialista uruguaio Pablo Cuevas, para quem já perdeu três vezes em 2016, uma delas justamente no Rio Open (as outras foram em São Paulo e Hamburgo, sempre no saibro). Atual 32º do ranking, Cuevas é o cabeça 7. O vencedor pegará Guido Pella ou um qualificado em seguida.

Bellucci também não deu sorte e terá pela frente a habilidade do italiabo Fabio Fognini, cabeça 5. Já foram quatro derrotas para o atual 22º do ranking, todas sobre o saibro, entre 2011 e 2017. No ano passado, a queda foi em Kitzbuhel por 6/3 e 6/1. Caso surpreenda, Bellucci poderá encarar Tennys Sandgren, sensação do Australian Open, que estreia contra um qualificado. O espanhol Pablo Carreño ficou nesse quadrante e espera também um quali.

O cabeça 1 do Rio será o croata Marin Cilic, que aguarda um qualificado e pode em seguida enfrentar Gael Monfils. No seu quadrante ficou ainda o perigoso Diego Schwartzman, sexto favorito. Do outro lado, Dominic Thiem terá o sérvio Dusan Lajovic como primeiro adversário e quem avançar terá Pablo Andujar ou Geraldo Melzer. Seu setor tem o cabeça 8 Fernando Verdasco.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series