Notícias | Dia a dia
Federer diz que número 1 é a realização de um sonho
16/02/2018 às 19h58

Federer será o mais velho número 1 da história

Foto: Divulgação

Roterdã (Holanda) - Roger Federer estava bastante emocionado após a vitória por 4/6, 6/1 e 6/1 sobre o holandês Robin Haase no ATP 500 de Roterdã, resultado que deu a ele a liderança do ranking mundial. Federer voltará ao número 1 na próxima segunda-feira, quando iniciará sua sexta passagem pelo topo da lista.

"Acho que alcançar o número 1 é uma das maiores conquistas em nosso esporte. Conseguir isso aos 36, quase 37 anos, é um sonho absoluto", disse Federer, que se tornou o mais velho número 1 na história do ranking da ATP. O suíço supera o recorde anterior de Andre Agassi, que ponteou o ranking até os 33 anos em 2003.

"Esse é um momento especial e não posso acreditar que aconteceu aqui, porque em Roterdã eu consegui um convite para o qualificatório em 1999 e esse foi o início da minha carreira", lembrou o suíço que disputou na cidade holandesa um de seus primeiros torneios de nível ATP.

Recordista de títulos de Grand Slam e de semanas na liderança do ranking, Federer volta a falar sobre suas metas. Dono de 96 títulos no circuito, o suíço tenta se tornar o segundo homem na casa dos dois dígitos, juntando-se a Jimmy Connors que tem 109 conquistas no circuito.

"Sempre tive metas desde que eu era muito jovem. Meu primeiro título em Milão, lá em 2001, foi um marco. Eu pensei naquela época: Eu sempre poderei dizer que ganhei um torneio da ATP. E agora tenho 96. Quando eu era jovem, nunca pensei que minha carreira seria assim. Ganhar 100 títulos seria extremamente legal".

Semifinalista em Roterdã, Federer tenta alcançar a final de número 145 da carreira. O suíço enfrentará o italiano Andreas Seppi, 81º do mundo, a partir das 16h30 (de Brasília) deste sábado. A vaga de Seppi na final veio após a vitória do italiano por 7/6 (7-4), 4/6 e 6/3 sobre o russo Daniil Medvedev. Federer tem treze vitórias contra Seppi, veterano de 33 anos, e só perdeu para o italiano uma vez.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis