Notícias | Dia a dia
Nishikori fecha série de challengers com título
04/02/2018 às 11h24

Nishikori voltou ao circuito disputando dois challengers nos Estados Unidos

Foto: Divulgação

Dallas (EUA) - A empreitada de Kei Nishikori por torneios de nível challenger depois de ficar seis meses afastado das quadras por lesão no punho direito chegou ao fim na madrugada deste domingo com o título do torneio de US$ 125 mil disputado nas quadras duras e cobertas de Dallas. Na final, Nishikori superou o norte-americano Mackenzie McDonald, 158º do mundo, por 6/1 e 6/4.

"Eu tentei não deixá-lo ditar tanto os pontos, porque eu sei que ele é um jogador agressivo. Se eu desse muitas bolas fáceis para ele, ele iria atacar. Então tentei evitar bolas curtas e jogar com mais profundidade e ser mais agressivo que antes", disse Nishikori em entrevista ao site da ATP após a partida.

"Acho que foi uma das minhas melhores partidas na semana. Eu estava melhorando a cada jogo. Hoje tive meu adversário mais difícil porque o Mackie está jogando muito bem e sendo agressivo, mas eu elevei meu nível e terminei o torneio muito bem", acrescenta o japonês, que também passou pelo norte-americano Dennis Novikov, pelos alemães Matthias Bachinger e Dominik Koepfer e pelo taiwanês Jason Jung durante a semana.

Ex-número 4 do mundo, Nishikori aparece atualmente na 27ª posição do ranking e receberá 100 pontos com o título em Dallas. Este foi seu sexto troféu de challenger, sendo o primeiro desde 2010. O torneio texano foi apenas o segundo para o japonês de 28 anos em seu retorno ao circuito. Na semana passada, ele jogou o challenger de Newport Beach, na Califórnia, e perdeu ainda na rodada de estreia.

Satisfeito com suas condições físicas e com a maneira com que o corpo reagiu ao longo dos cinco jogos, Nishikori terá uma semana sem competições antes de voltar à elite do circuito. O japonês disputa o ATP 250 de Nova York e depois seguirá para o ATP 500 de Acapulco. "Essa semana foi um desafio para mim, tanto pelo meu nível de tênis quanto pelo meu punho e meu corpo estava bem. Suportei esses cinco jogos durante a semana e isso certamente me dá um pouco mais de confiança".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva