Notícias | Copa Davis
Monteiro afirma que a quadra rápida dificultou
03/02/2018 às 08h19

Monteiro teve altos e baixos na partida de sexta

Foto: Olga Paola Almanzar/Divulgação CBT

Santo Domingo (República Dominica) - Mesmo diante de um adversário tecnicamente inferior, o Brasil encontrou dificuldades com a quadra mais veloz escolhida pelos adversários e saiu com empate no primeiro dia de disputas do Zonal Americano da Copa Davis diante da Repúlica Dominicana.

"Foi um dia duro, os dois jogos foram bem parelhos devido às condições bem rápidas", analisou Thiago Monteiro, ao marcar o ponto brasileiro na partida da noite diante de Roberto Cid. "O jogo do Sorgi foi bastante equilibrado, poderia ter ido para qualquer lado. E no meu, tive muitas chances no primeiro set, poderia ter concretizado antes, mas acabei desperdiçando um pouco".

Para o canhoto cearense, o lado emocional se mostrou fundamental: "Valeu a parte mental, de ficar tranquilo, de acreditar no que eu estava fazendo e virar o jogo para empatar o confronto. Acho que a equipe está bem unida e preparada", ressaltou Monteiro, que faz o segundo jogo desde sábado contra o número 1 adversário Jose Hernandez.

João Pedro Sorgi, que esteve perto da vitória sobre Hernandez, lamentou: "Foi no detalhe, acabou escapando, muito equilibrado. Foi um bom jogo, no fim ele jogou muito bem. Consegui competir bem e lutar ao máximo para tentar sair com a vitória, pena que escapou", afirmou o paulista, que estreou no time da Davis.

"O espírito de competição foi bom, é muito importante numa Copa Davis. A energia do capitão e do time ajudou a virar o segundo set e ir bem no terceiro, mas no tiebreak ele jogou muito bem. Agora caso necessite de mim no quinto jogo vou preparado para lutar novamente".

A rodada de sábado começa com a partida de duplas, às 17 horas (de Brasília), com favoritismo amplo de Marcelo Demoliner e Marcelo Melo diante dos pouco conhecidos Nick Hardt e Jose Olivares. Logo em seguida, entram Monteiro e Hernandez. Caso seja necessário o quinto jogo, Sorgi jogará diante de Cid.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series