Notícias | Dia a dia
Dallas vê maior tiebreak da história dos challengers
31/01/2018 às 14h05

Olaso venceu o tiebreak, mas perdeu a partida

Foto: ATP

Dallas (EUA) - O primeiro set da partida entre o espanhol Guillermo Olaso e o russo Evgeny Karlovskiy, válida pela última rodada do challenger de Dallas, na segunda-feira, pareceu que não teria fim mesmo com o tiebreak. Com a vantagem passando de um lado para o outro várias e várias vezes, eles acabaram jogando o tiebreak mais longo da história dos challengers.

"Normalmente um tiebreak não dura tanto tempo. Sinto que jogamos quase mais um set inteiro, pois durou muito e consumiu a energia de nós dois", disse Olaso em entrevista ao site da ATP. O espanhol levou a melhor no desempate 42 pontos, mas acabou se dando mal na partida, já que levou a virada de Karlovskiy, com placar final de 6/7 (20-22), 6/1 e 7/6 (7-5).

Durante o mais longo tiebreak disputado em um challenger foram 10 os set-points, sete deles para o espanhol. "Quando eu venci o set, levantei meus braços para o ar como se tivesse vencido a partida", observou Olaso, que acabou ficando sem a vaga na chave apesar de toda a batalha para levar esse desempate.

O recorde de 42 pontos em um tiebreak já foi alcançado uma outra vez, dez anos atrás no challenger de Sarajevo. A marca não é, contudo, a maior da história do tênis, perdendo para o duelo monegasco vencido por Benjamin Balleret contra Guillaume Couillard , que teve um tiebreak de 70 pontos (36-34), em partida válida pelo future US$ 10 mil de Plantation, em janeiro de 2013.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva