Notícias | Dia a dia
Após vice, Cilic alcança melhor ranking da carreira
29/01/2018 às 08h06

Cilic assumiu a terceira colocação na ATP

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - O croata Marin Cilic pode não ter conseguido alcançar seu segundo título de Grand Slam, perdendo a final do Australian Open do último domingo para o suíço Roger Federer. Mesmo assim ele tem motivos para comemorar nesta segunda-feira, dia em que alcançou sua melhor marca no ranking da ATP, saltando para a terceira colocação na lista.

Com o vice-campeonato no Melbourne Park, ele saltou três lugares, deixando para trás o búlgaro Grigor Dimitrov, que caiu para a quarta posição, o alemão Alexander Zverev (5º) e o austríaco Dominic Thiem (6º).

A vantagem do croata para Dimtrov é de 330 pontos, o que lhe dá uma certa folga nos próximos meses. Já a distância para seu algoz na decisão na Austrália e atual segundo colocado no ranking, é muito maior, quase na casa dos 4.500 pontos. Mesmo assim, Cilic espera aproveitar a evolução nos últimos anos para seguir sonhando com saltos maiores na ATP.

Outro destaque em Melbourne, o britânico Kyle Edmund, que surpreendeu e foi até as semifinais, também deu um belo salto no ranking, ganhou 23 posições e foi para o 26º posto, o melhor da carreira. O sul-coreano Hyeon Chung teve ascensão ainda maior, ganhou 29 lugares e agora é o 29º do mundo, sua marca mais alta até então.

Mais um que foi sensação em Melbourne e aproveitou o bom desempenho para escalar a lista da ATP, o norte-americano Tennys Sandgren teve a maior a arrancada desta segunda-feira no top 100, ganhando 42 colocações, o que o levou para o 55º lugar, assim como os outros o de mais destaque na carreira.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis