Notícias | Dia a dia
Federer pode assumir o nº 1 mesmo sem jogar
29/01/2018 às 07h40

Federer defende menos pontos que Nadal em fevereiro

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - A defesa do título do Australian Open pelo suíço Roger Federer mais a eliminação do espanhol Rafael Nadal nas quartas de final fez a diferença entre os dois no ranking da ATP cair ainda mais e chegar na casa dos 155 pontos. Com isso, o tenista da Basileia pode assumir o número 1 em fevereiro mesmo sem entrar em quadra.

Federer tem tudo para perder 45 pontos no próximo mês (segunda rodada do ATP 500 de Dubai), já que não está inscrito em torneio algum até o Masters 1000 de Indian Wells, em março. Em contrapartida, Nadal defende 300 pontos pelo vice-campeonato no ATP 500 de Acapulco, evento no qual aparece na chave e deve jogar.

Contudo, o canhoto de Mallorca sentiu uma lesão em sua campanha no Melbourne Park, precisou abandonar a partida contra o croata Marin Cilic no quinto set e virou dúvida para as próximas semanas. Nada ficará três semanas longe das quadras por causa de uma lesão de Grau I no psoas-ilíaco direito, músculo que faz a ligação entre o abdome e a coxa direita.

O problema, a priori, não deve tirá-lo de ação do torneio de Acapulco, mas ele terá ao menos que fazer semifinal lá se quiser manter a ponta do ranking. Caso caia nas quartas ou antes, o número 1 do mundo irá para Federer mesmo sem jogar.

Para manter depois a liderança, o suíço já não dependerá apenas de si mesmo, uma vez que defende 2.000 pontos pelas conquistas em Indian Wells e Miami, ao passo que Nadal fez apenas 690 pontos nestes mesmos dois eventos no ano passado.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis