Notícias | Dia a dia | Australian Open
Edmund joga muito, para Dimitrov e vai às semifinais
23/01/2018 às 04h57

Edmund faz sua melhor campanha em Slam da carreira

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Semifinalista no ano passado, desta vez o búlgaro Grigor Dimitrov se despediu do Australian Open nas quartas de final. O responsável por sua eliminação foi o inspirado britânico Kyle Edmund, que teve uma grande apresentação nesta terça-feira, derrotando o atual número 3 do mundo por 3 sets a 1, com placar final de6/4, 3/6, 6/3 e 6/4, depois de 2h49.

Edmund irá disputar a primeira semifinal de Grand Slam da carreira, sendo que até então sua melhor campanha fora as oitavas de final do US Open de 2016. Em Melbourne, ele nunca havia sequer passado da segunda rodada. Seu próximo adversário no torneio sairá da partida entre o espanhol Rafael Nadal e o croata Marin Cilic, que abre a rodada noturna da Rod Laver Arena.

A campanha anotada neste Australian Open levará o atual 49 do mundo ao top 30 pela primeira vez, subindo provisoriamente para o 26º lugar no ranking. A vitória desta terça não foi apenas a primeira da carreira de Edmund contra um top 10, mas também marcou uma sequência inédita para ele, que pela primeira vez alcança cinco triunfos seguidos no circuito. Caso vença mais um jogo, ele ultrapassará Andy Murray e se tornará o número 1 de seu país.

Desde o começo da partida Edmund já mostrou que estava disposto a complicar o rival búlgaro, quebrou o saque de Dimitrov e abriu 2/0 de largada. Só que o atual campeão do ATP Finals não esmoreceu, e tratou de devolver o break no sexto game. O britânico se manteve firme e voltou a bater o serviço do adversário no nono, sacou em seguida para fechar, encarou quatro break-points, perdeu um set-point, mas no segundo fechou a parcial.

O número 3 do mundo teve sua reação no segundo set, em que anotou uma quebra no começo e administrou a vantagem até o fim para empatar o jogo. Contudo, Edmund não deixou que Dimitrov fosse além disso e impediu que o oponente vencesse uma parcial a mais sequer. O britânico de 23 anos voltou a liderar o placar ao faturar o terceiro set com um break no oitavo game, sacando em seguida para fechar.

A disputa na quarta e última parcial foi acirrada e assim como nas anteriores a decisão veio nos detalhes. O búlgaro saiu atrás e perdeu o saque no quinto game, mas devolveu prontamente e já no sexto deixou tudo igual. Só que novamente ele vacilou na reta final e assim como no terceiro set amargou um break contra em um momento delicado, deixando Edmund a uma confirmação da vitória, algo que este fez e assim foi às semifinais.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series