Notícias | Dia a dia | Australian Open
Dimitrov é exigido, mas vence batalha de cinco sets
17/01/2018 às 10h56

Dimitrov agora enfrenta Andrey Rublev na terceira rodada em Melbourne

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Semifinalista da edição passada do Australian Open, Grigor Dimitrov foi levado ao limite em seu segundo jogo no torneio. O número 3 do mundo foi bastante exigido pelo 186º colocado Mackenzie McDonald, jogador de 22 anos com passagem pelo circuito universitário norte-americano e que furou o qualificatório em Melbourne. Foram cinco sets e 3h25 de disputa, encerrada com vitória do búgaro por 4/6, 6/2, 6/4, 0/6 e 8/6.

Depois de um jogo duríssimo contra o valente norte-americano, Dimitrov encontrará o russo de 21 anos Andrey Rublev, 32º do rannking, que venceu o cipriota Marcos Baghdatis por 6/4, 6/7 (5-7), 6/4 e 6/2. Rublev levou a melhor no único duelo anterior contra o búlgaro, realizado no US Open do ano passado.

Desde o começo do jogo, McDonald já mostrava um bom desempenho nas subidas à rede e pressionava o lado esquerdo do búlgaro, que não estava com o backhand tão calibrado nesta noite. O norte-americano conseguiu a quebra ainda no terceiro game da partida e fechou a porta nas duas vezes que teve o saque ameaçado para vencer o set inicial.

O segundo set começou equilibrado até que Dimitrov começasse a prevalecer ao vencer os últimos quatro games de disputa. O búlgaro foi muito eficiente em seu saque, já que não enfrentou break points e perdeu só oito pontos nos games de serviço. Em um terceiro set com alternância no placar, o número 3 do mundo conseguiu uma quebra importante no game decisiva para passar à frente na partida.

Quando o caminho para a vitória já parecia pavimentado, Dimitrov fez um quarto set muito ruim. Com erros e duplas-faltas logo no início, ele permitiu duas quebras de vantagem ao americano, que recuperou confiança e conseguiu aplicar um pneu. Ao longo de 22 minutos de disputa, o búlgaro venceu apenas nove pontos e fez só dois winners, acumulando treze erros não-forçados.

Os sacadores levavam vantagem no começo da parcial decisiva. Após a disputa de doze games, o placar estava empatado por 6/6 e nenhum dos jogadores tivera sequer um break point. Sacando primeiro nos momentos decisivos, Dimitrov confirmava seus serviços com tranquilidade e passava a pressão para o outro lado. O norte-americano até resitiu quando perdia por 5/4 e 6/5, mas com a obrigação de manter o saque para permancer no torneio, o americano sucumbiu na terceira oportunidade.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series