Notícias | Dia a dia | Australian Open
Tsonga não desiste, vira e se vinga de Shapovalov
17/01/2018 às 04h25

Tsonga perdeu os três primeiros games no quinto set

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Algoz do francês Jo-Wilfried Tsonga no último US Open, o canadense Denis Shapovalov teve a chance de repetir o feito no Australian Open, mas desta vez o jovem tenista acabou falhando na reta final e foi derrotado pelo cabeça de chave número 15 de virada, com parciais de 3/6, 6/3, 1/6, 7/6 (7-4) e 7/5, depois de 3h39 de confronto.

Na terceira rodada, Tsonga tem tudo para encarar o australiano Nick Kyrgios, que primeiro precisa confirmar a condição de 17º favorito no duelo com o sérvio Viktor Troicki. O francês leva vantagem no retrospecto contra os dois possíveis rivais da próxima fase, venceu o australiano na única vez que se cruzaram e bateu o sérvio em quatro dos sets embates entre eles.

O começo de jogo contra Shapovalov não foi muito promissor para o francês, que salvou dois break-points já no segundo game e não evitou perder o saque no quarto. Esta quebra solitária foi suficiente para levar o jovem canadense à vitória no primeiro set. Tsonga não se abateu com a situação e tratou de ir buscar o empate, algo que precisou fazer duas vezes.

Tsonga faturou a segunda parcial, mas não comemorou a igualdade por muito tempo, já que no terceiro set sofreu uma quebra prematura e viu o rival canadense abrir 3/0 de cara. Shapovalov manteve o ritmo e anotou outro break para cima do francês, abrindo 2 sets a 1 com um imponente 6/1, que contudo não abalou o vice-campeão do Australian Open de 2008.

O quarto set foi dominado pelos sacadores, que não enfrentaram um break-point sequer contra e a definição acabou no tiebreak, vencido pelo tenista de Le Mans. Shapovalov seguiu firme apesar do novo empate e começou o quinto set fazendo 3/0. Do outro lado, Tsonga manteve a tranquilidade mesmo perdendo e não desistiu até o fim, devolveu o break quando o canadense sacou em 5/3 para fechar e anotou mais um no 11º, para em seguida sacramentar a virada.

Quem encarou um jogo bem mais tranquilo foi o britânico Kyle Edmund, que após eliminar o sul-africano Kevin Anderson, venceu mais uma, desta vez contra o uzbeque Denis Istomin, anotando parciais de 6/2, 6/2 e 6/4. Seu próximo oponente será o georgiano Nikoloz Basilashvili, que passou pelo belga Ruben Bemelmans também em sets diretos, com 7/5, 6/1 e 6/3.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series