Notícias | Dia a dia | Australian Open
Kyrgios tenta equilibrar tranquilidade e confiança
14/01/2018 às 17h08

Adversário de Rogerinho atuará em sua quadra favorita no Melbourne Park

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Adversário de Rogério Dutra Silva na estreia do Australian Open, Nick Kyrgios está confiante para o primeiro Grand Slam do ano. O australiano, entretanto, está bastante tranquilo para não exigir tanto de si mesmo e sabe que tem uma longa temporada pela frente.

"Eu me sinto bastante confiante. Sei que ele é um bom competidor e luta por todos os pontos. Nos últimos dias, eu me concentrei em minhas sessões de treino e estou me sentindo bem depois de Brisbane e ansioso para o torneio começar logo", disse Kyrgios aos jornalistas em Melbourne.

Escalado para jogar na Hisense Arena, não antes das 5h45 (de Brasília) desta segunda-feira, Kyrgios afirma que esta é sua quadra preferida no Melbourne Park. "Hisense aqui é minha quadra favorita aqui. Eu já treinei na Rod Laver nos últimos dias. Apenas para sentir como ela é sem o público assistindo e foi um pouco diferente. Mas eu me sinto mais confiante nessa quadra agora".

"Joguei um monte de partidas e ganhei muitas vezes na Hisense. Obviamente, a mais especial foi nas oitavas de final contra o Seppi quando cheguei às quartas. Desde então, tentei fazer com que essa memória acontecesse novamente. Eu me sinto à vontade na Hisense", comentou o jogador de 22 anos.

Vindo de título em Brisbane, Kyrgios acredita que chega a Melbourne em condição muito melhor que no ano passado, quando perdeu na segunda rodada. "Provavelmente me sinto um pouco melhor desta vez, mais relaxado. Obviamente, ganhar um torneio antes de jogar um Grand Slam sempre ajuda", comentou o australiano. "Sei também que mesmo que eu perca na primeira rodada aqui, há um ano inteiro pela frente. Claro que quero jogar bem aqui, mas para mim é um torneio como qualquer outro".

A preocupação com o joelho que vinha nos últimos dias também foi minimizada. "Meu joelho está bom. Meu físio veio para cá, então eu tive nos últimos dois ou três dias o luxo de ser tratado no meu quarto no meu hotel. Não passei tanto tempo nas quadras, mas tenho feito meus treinos aqui e descansando também".

O australiano também está tranquilo quanto à pressão sofrida pelos resultados e se sente mais acostumado com jogos em melhor-de-cinco. "Eu me sinto muito confiante nas partidas em melhor-de-cinco. Já joguei muitas deles agora. Com todos esses jovens que estão chegando, sinto que estou ficando um pouco mais velho", afirmou. "Sinto que há pressão para onde quer que eu vá. Espero que eu vença muitos jogos. Não importa se estou aqui, em Wimbledon ou no US Open, dá na mesma para mim".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series