Notícias | Dia a dia
Murray comemora poder voltar a curtir o tênis
31/12/2017 às 15h16

Murray já fez seu primeiro treino em Brisbane

Foto: Divulgação

Brisbane (Austrália) - Afastado do circuito desde Wimbledon, por causa de uma lesão no quadril, o britânico Andy Murray ainda não está 100%, conforme mostrou no set de exibição que disputou com o espanhol Roberto Bautista no Mubadala World Tennis Championship, mas só o fato de poder voltar a jogar tênis o deixa contente.

"Quero apenas curtir o tênis novamente, sinto muita falta de poder jogar. Não me preocupo se sou o 30 do mundo, claro que gosto de ser o número 1, mas o principal e poder jogar. Quando você fica sem algo que sempre fez é que percebe o quão importante é", comentou o escocês, que vai começar 2018 disputando o ATP 250 de Brisbane.

Bicampeão do torneio, em 2012 e 2013, ele confirmou presença na chave e será o segundo mais bem cotado no evento que teve largada neste domingo. A volta ao circuito de Murray será contra o vencedor do duelo entre o norte-americano Ryan Harrison e o argentino Leonardo Mayer.

O ex-número 1 do mundo não apenas revelou a felicidade com seu retorno, mas também destacou que pretende estender ao máximo sua carreira. "Pretendo jogar até quando meu físico permitir, talvez fazendo pausas mais longas conforme for ficando mais velho. Se não conseguir jogar meu melhor tênis está tudo bem, apenas quero conseguir jogar", observou um dos vários lesionados na temporada de 2017.

"Sei de tudo que aconteceu no ano passado e que não foi bom para o tênis", disse o britânico, se referindo ao grande número de lesões no circuito. "Acho que é uma coisa muito ruim e algo que precisamos entender o porquê, quais as razões que levaram a isso. Espero que isso não continue se repetindo", complementou Murray.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG