Notícias | Dia a dia
Zverev diz ter meta misteriosa para a temporada
29/12/2017 às 15h17

Zverev começará o ano na Copa Hopman

Foto: Divulgação

Perth (Austrália) - Um dos nomes de maior destaque na disputa da Copa Hopman, só atrás do suíço Roger Federer, o alemão Alexander Zverev chega para a disputa da próxima edição do torneio bem mais gabaritado do que na última, quando era o 24º do mundo e só havia conquistado um título na carreira.

A temporada de 2017 mudou o alemão de apenas 20 anos de patamar. Ele chegou a ser o número 3 do mundo, fechou o ano na quarta colocação e levou para casa cinco troféus, sendo dois deles de Masters 1000 (Roma e Montréal). "Houve alguma mudança em relação às duas últimas vezes que joguei aqui. Na primeira delas o meu ranking era 80 e poucos e agora sou o número 4", destacou.

"Fico feliz pelo meu progresso, mas ao mesmo tempo não quero parar por aí, minhas metas vão se renovando e tento sempre melhorar", acrescentou o germânico, que revelou ter uma meta misteriosa para 2018. "Eu não conto para ninguém fora do meu time. No último ano também tinha, que era ir para o ATP Finals, e não falei para ninguém até alcançar", comentou Zverev.

"Talvez parecesse maluquice seu eu falasse isso no começo de 2017", acrescentou o jovem tenista, que garante que as metas nunca têm nada a ver com o ranking, deixando a entender que seu foco para o ano que virá será um bom resultado em Grand Slam, talvez uma final ou até um título. No último ano, ele não foi bem nos quatro principais torneios do circuito, chegando às oitavas apenas em Wimbledon.

O alemão sabe que um bom resultado neste nível de torneio não é fácil. "Você não vence um Grand Slam pensando o que tem pela frente, é preciso encarar uma partida de cada vez. É assim que você pode competir no seu máximo. Eles são os maiores palcos do tênis e a razão pela qual eu jogo, por isso que o trabalho na pré-temporada é tão duro", comentou Zverev.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva