Notícias | Dia a dia
Polonês leva suspensão adicional por violar acordo
20/12/2017 às 10h45

Banido do esporte por sete anos, Piotr Gadomski é suspenso por mais 18 meses

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - O tenista polonês Piotr Gadomski recebeu uma suspensão de 18 meses após a descoberta de que ele violou os termos de uma suspensão anteior imposta pela Tennis Integrity Unity.

Gadomski admitiu que compareceu aos jogos do qualificatório de Wimbledon em junho de 2016. Dessa forma, o tenista acabou violando o acrodo da suspensão que recebeu em setembro de 2015, que o proibia de comparecer a competições oficiais por sete anos.

O caso foi investigado pela Tennis Integrity Unity e auditor independente anticorrupção Richard H. McLaren. Com a decisão, a punição original de sete anos é ampliada para mais dezoito meses.

Atualmente com 26 anos, Gadomski tem como melhor ranking de sua carreira o 338º lugar alcançado em abril de 2014. No ano seguinte, recebeu a dura punição de sete anos e multado em US$ 15 mil sob quatro acusações de corrupção. Na ocasião, o também polonês Arkadiusz Kocyla foi suspenso por cinco anos.

As acusações sobre Gadomski envolvem tentativa de manipulação de resultado, não desempenhar seus melhores esforços ou solicitar para que outro atleta o faça, receber dinheiro para influenciar um resultado e não comunicar à TIU tendo o conhecimento ou suspeita de um caso de corrupção.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva