Notícias | Dia a dia
Ferrero diz que Zverev foca mental e prevê 2018 duro
16/12/2017 às 11h30

Ferrero inciou trabalho com Zverev no meio do ano

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Um dos responsáveis pelo ótimo ano do alemão Alexander Zverev, que conquistou cinco títulos em 2017, sendo dois deles de Masters 1000, e fechou como número 4 do mundo, o espanhol Juan Carlo Ferrero revelou ao International Business Times que o principal foco do pupilo agora é na parte mental.

"Zeverv é muito competitivo e os resultados acabaram chegando antes do previsto. Ele é um excelente jogador e durante a última parte da temporada se concentrou no lado mental para lidar com a pressão", afirmou espanhol, que passou a trabalhar com Zverev nos torneios preparatórios para o US Open.

"Atualmente ele é o número 4 no ranking da ATP e muitos o enxergam como futuro número 1, pois tem capacidade para isso. Estamos trabalhando bastante neste lado mental, pois é uma situação pela qual Zverev ainda não havia passado", observou o ex-número 1 do mundo.

Ferrero sabe que para se manter na parte de cima do ranking, o jovem alemão terá trabalho dobrado em 2018 com a pressão para manter os resultados e os retornos por lesão de nomes como o do sérvio Novak Djokovic e do britânico Andy Murray. "Com certeza teremos um ano muito duro pela frente, pois agora grandes expectativas estão ao seu redor.", avaliou.

"Acho que será uma temporada muito competitiva, não apenas com o 'Big Four', mas também com vários jovens jogadores no top 10 que querem permanecer por lá. E ainda temos nomes como Stan Wawrinka e Kei Nishikori voltando de lesão", acrescentou o espanhol, que tratou também de enaltecer o compatriota Rafael Nadal.

"Você não pode se surpreender com Rafa, ele é um dos maiores tenistas da história. Sua luta é realmente incrível. Neste ano ele foi mais agressivo e conseguiu adaptar bem o seu jogo a essa mentalidade. E não podemos nos esquecer também da importância que teve Carlos Moyá em sua equipe", opinou.

Outro que ganhou elogios foi o suíço Roger Federer. "Sua temporada foi uma das melhores que eu vi, ele praticamente venceu tudo o que disputou. Ele sabe muito bem os seus limites e vai fazer o seu calendário baseado no que conhece de si mesmo. Um dos segredos de seu sucesso é que ele está mais do que nunca focado em curtir e não apenas em vencer", pontuou o espanhol.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG