Notícias | Outros
Quatro juvenis brasileiros garantem vaga no AO
13/12/2017 às 18h24

O paranaense Thiago Wild ficará entre os cabeças de chave em Melbourne

Foto: Arquivo

Melbourne (Austrália) - Depois de duas edições sem jogadores brasileiros, a chave juvenil do Australian Open de 2018 deverá voltar a ter representantes nacionais. Quatro jogadores do país conseguiram vaga direta para o primeiro Grand Slam do ano.

O paranaense Thiago Wild deverá liderar a comitiva nacional em Melbourne e aparecerá entre os principais cabeças de chave. Também entraram diretamente na chave o pernambucano João Lucas Reis e os paulistas Matheus Pucinelli e Igor Gimenez.

O brasiliense Gilbert Klier Júnior ficou perto de conseguir uma vaga e depende de seis desistência para não precisar disputar o qualificatório. Já o mineiro João Ferreira deverá estar no quali para tentar uma vaga na chave principal.

O Brasil não terá representação no feminino. As principais favoritas serão a ucraniana Marta Kostyuk, atual campeã juvenil em Melbourne e vice-líder do ranking mundial da categoria, e a chinesa Xinyu Wang, que conseguiu recentemente uma vaga na chave principal adulta do Slam australiano. No masculino, destaque para o russo Timofey Skatov e o sérvio Marko Miladinovic, quarto e oitavo do ranking mundial juvenil.

Em 2017, nenhum tenista sul-americano disputou o torneio juvenil do Australian Open, nem mesmo no qualificatório. Já na próxima temporada, além dos quatro brasileiros no masculino, estão os argentinos Sebastian Baez, Juan Manuel Cerundolo e Thiago Tirante e o colombiano Nicolas Mejia entre os meninos. No feminino, o continente é representado pela colombiana Maria Camila Osorio Serrano e pela argentina Maria Lourdes Carle.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis