Notícias | Dia a dia
Safin não acredita que Djokovic voltará tão bem
27/11/2017 às 12h07

Russo não vê Djokovic jogando no mesmo nível

Foto: Arquivo

Paris (França) - Um dos grandes nomes do tênis russo, o ex-número 1 Marat Safin se mostrou reticente em relação à volta do sérvio Novak Djokovic ao circuito. Em entrevista ao Eurosport ele afirmou duvidar se o tenista de Belgrado conseguirá retornar no mesmo nível que apresentava antes da lesão que o deixou de fora desde Wimbledon.

"Não vejo Djokovic voltando ao alto nível de antes, acho que será difícil para ele", analisou o russo, que também falou sobre o britânico Andy Murray, o espanhol Rafael Nadal e o suíço Roger Federer. "Murray terá seus altos e baixos. Nadal e Federer, se não tiverem lesões, podem conseguir qualquer coisa", observou Safin.

"Roger tem tudo para ser um sucesso, ao passo que Nadal é um batalhador. Tudo é mais fácil para Federer e acredito que na próxima temporada eles seguirão no foco das atenções", complementou o ex-líder do ranking, que acredita na passagem de bastão dos veteranos para a nova geração.

Vendo ainda muitos jogadores no top 20 da época que parou de jogar, em 2009, Safin aposta em nomes como o do alemão Alexander Zverev para se consolidar nos primeiros lugares da ATP. "Isso irá mudar, pois pouco a pouco os jogadores de 30 anos ou mais serão substituídos pelos mais novos que estão despontando rapidamente", comentou.

"Zverev tem um enorme potencial, mas ainda é muito novo. Com certeza ele será um jogador muito diferente daqui um ano ou dois. Ele ainda tem um pouco a cabeça de juvenil e acho que precisa confiar mais em si mesmo e seguir trabalhando", falou o russo, elogiando o atual número 4 do mundo, que chegou a ser o 3º do ranking, atrás apenas de Nadal e Federer.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis