Notícias | Dia a dia
Monteiro vence e encara Rogerinho, Wild abandona
23/11/2017 às 18h27

Monteiro tem apenas uma vitória em cinco jogos contra Rogerinho

Foto: Marcello Zambrana/DGW

Rio de Janeiro (RJ) - O cearense Thiago Monteiro foi mais um brasileiro a superar a rodada dupla desta quinta-feira no Rio Tennis Classic e está nas quartas de final do challenger disputado no saibro do Rio de Janeiro Country Club. Depois de ter vencido o duelo nacional contra André Ghem pela manhã, Monteiro passou pelo espanhol Roberto Carballes Baena por 7/6 (7-4) e 6/3 em 1h58 de partida.

Esta foi a segunda vitória seguida de Monteiro sobre Carballes Baena, a quem havia derrotado também na semana passada em Santiago. O cearense de 23 anos chega a 22 vitórias na temporada, sendo que treze foram na elite do circuito e outras nove em competições de nível challenger.

Em busca de sua segunda semifinal seguida, Monteiro terá um duelo nacional contra o número 1 do Brasil Rogério Dutra Silva. O paulista de 33 anos e 101º do ranking levou a melhor em quatro dos cinco duelos anteriores contra o canhoto de Fortaleza.

A campanha até as quartas rende 15 pontos no ranking a Monteiro, que precisaria descartar 10 pontos de seu 18º e último resutlado válido para o ranking. Com isso, o atual 128º do ranking está ganhando apenas uma posição. Ele começou o ano no 82º lugar e chegou a ocupar a 74ª colocação em fevereiro.

Quem não teve a mesma sorte nesta quinta-fiera foi Thiago Wild. Depois da expressiva vitória sobre o top 100 chileno Nicolas Jarry, Wild precisou abandonar a partida contra o dominicano Jose Hernandez-Fernandez quando perdia por 7/5, 4/6 e 3/0 após 2h07 de disputa.

Wild sofreu uma queda em quadra quando teve seu primeiro set point no segundo set e precisou de um atendimento médico para o tornozelo direito no meio do game. O paranaense de 17 anos chegou a voltar ao jogo e até conseguiu vencer aquele set, mas com a movimentação bastante comprometida acabou permitindo duas quebras ao rival antes de deixar a quadra.

Depois de ter conquistado seu primeiro título profissional no future de Antalya, na Turquia, Wild atingiu seu melhor ranking da carreira na última segunda-feira ao ocupar o 637º lugar. Por ter avançado uma rodada no Rio, ele somará mais seis pontos e irá melhorar essa marca na próxima semana. Seu algoz, Hernandez-Fernandez enfrentará nas quartas o argentino Pedro Cachin, que derrotou o salvadorenho Marcelo Arevalo por 6/3, 6/7 (5-7) e 6/3.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis