Notícias | Dia a dia
Chung fecha semana perfeita com título em Milão
11/11/2017 às 20h10

Chung conquista seu título mais importante e leva premiação de US$ 390 mil

Foto: Divulgação

Milão (Itália) - Cinco jogos, cinco vitórias. A semana perfeita de Hyeon Chung em Milão terminou na noite deste sábado com o título da edição inaugural do Next Gen ATP Finals. Depois de terminar invicto a fase de grupos e de vencer um duelo de cinco sets na semifinal, o sul-coreano conquistou o torneio ao derrotar o russo Andrey Rublev por 3/4 (5-7), 4/3 (7-2), 4/2 e 4/2 em 1h57 de partida.

O torneio entre jogadores com até 21 anos não valia pontos no ranking da ATP, mas rende a Chung a premiação de US$ 390 mil pela conquista invicta. O sul-coreano de 21 anos e 54º colocado, que tinha oito títulos de nível challenger, obtém o troféu mais importante da carreira. Por sua vez, Rublev sai de Milão com US$ 125 mil.

Rublev começou a partida tomando a iniciativa nos pontos. Mas diferente do que havia acontecido no duelo da última quarta-feira pela fase de grupos, o russo era mais paciente, sabia trabalhar melhor as jogadas e escolhia o melhor momento para atacar. Coreano teve mérito em vencer pontos importantes quando perdia por 2/1 e 3/2, forçou o tiebreak, mas sequer teve alguma oportunidade de fechar o set.

A vantagem russa ampliou no começo do segundo set com a conquista de sua primeira quebra na partida. Rublev chegou a liderar por 3/1 e parecia próximo de vencer mais um set na partida, mas bastou um game muito mal jogado e concluído em uma dupla-falta para que Chung voltasse ao jogo e levasse a melhor no segundo tiebreak disputado.

Mais confiante, o sul-coreano começou o terceiro set vencendo por 2/0 e até permitiu o empate, mas voltaria a quebrar antes de definir a parcial em seu saque. O jogador asiático era cada vez mais firme do fundo de quadra e resistia as trocas mais longas, garantindo uma importante quebra na abertura do quarto set. Rublev passou a arriscar tudo e conseguiu salvar dois match points em seu saque, além de criar chances de quebra no serviço do adversário, mas não conseguiu reverter o quadro contra o legítimo campeão da semana.

Estava prevista uma decisão pelo terceiro lugar entre o croata Borna Coric e o russo Daniil Medvedev, mas Coric abdicou da disputa. Foi marcada então uma exibição entre Medvedev e o canadense Denis Shapovalov, que também abriu mão de entrar em quadra. A solução encontrada pelos organizadores foi levar o diretor do torneio Rosco Hutchins e os pegadores de bola para uma clínica com o jovem tenista russo.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva