Notícias | Dia a dia
Com 95º título, Federer busca recorde de Connors
29/10/2017 às 21h35

Federer deixou Ivan Ledl para trás e agora é isolado o segundo maior vencedor da Era Aberta

Foto: Divulgação

Basileia (Suíça) - A conquista do ATP 500 da Basileia fez com que o suíço Roger Federer deixasse para trás de vez Ivan Lendl, assumindo isoladamente a segunda colocação na lista dos maiores vencedores da Era Aberta. Ele chegou ao 95º título, um a mais do que o tcheco naturalizado norte-americano.

Federer está agora atrás apenas do recordista de taças, o norte-americano Jimmy Connors, que com suas 109 conquistas tem ainda uma confortável vantagem para cima do suíço. Contudo, se ele mantiver o ritmo da atual temporada, na qual já faturou sete troféus, poderá igualar a marca no final de 2019.

Com a desistência em Paris, o tenista da Basileia terá uma chance a menos de diminuir a atual diferença de 14 títulos para Connors. Entretanto, ele acredita que assim chegará mais inteiro para o ATP Finals de Londres, onde espera voltar a triunfar. Federer é o recordista do torneio com seis taças, mas não o vence desde 2011, amargando três vices desde então.

O torneio em sua cidade natal é agora o segundo mais vitorioso da carreira, atrás apenas de Halle, onde triunfou nove vezes. Além das oito conquistas no ATP 500 da Basileia, Federer também tem este mesmo número em Wimbledon, onde também venceu nesta temporada.

A taça levantada neste domingo rendeu ao suíço uma bagatela de 395.850 euros, aproximadamente US$ 460 mil. Antes da semana começar, Federer já havia acumulado US$109.387.410 em premiações, sendo que deste montante US$10.556.585 foi faturado apenas na atual temporada.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis