Notícias | Dia a dia
Nadal precisa de três semifinais para manter o nº 1
15/10/2017 às 09h26

Nadal ainda tem confortável vantagem sobre Federer

Foto: Divulgação

Xangai (China) - Apesar do vice-campeonato deste domingo no Masters 1000 de Xangai, o espanhol Rafael Nadal segue confortável na disputa com o suíço Roger Federer pela liderança do ranking. O canhoto de Mallorca viu a diferença ser reduzida em pouco mais de 400 pontos, mas ainda tem quase 2 mil de vantagem.

Federer aparecerá no ranking da próxima segunda-feira a exatos 1.960 pontos do espanhol, deixando a disputa ainda em aberto. Os dois ainda estão inscritos em mais três eventos neste ano, que juntos podem dar até 3 mil pontos: o ATP 500 da Basileia, o Masters 1000 de Paris e o ATP Finals, em Londres.

Para destronar Nadal da ponta, o suíço não depende apenas de si, já que se for campeão de tudo o que tiver pela frente e o espanhol acabar com o vice a diferença cairá no máximo em 1.100 pontos. Por isso Federer vai precisar contar com tropeços do número 1 do mundo nos próximos eventos se quiser ultrapassá-lo.

Do outro lado da disputa, o espanhol pode administrar a vantagem e não precisa sequer chegar em mais uma final para terminar o ano na liderança. Nadal seguirá como número 1 se atingir três semifinais dos torneios que irá jogar, desde que no ATP Finals vença suas três partidas na fase de grupos.

Mesmo que Federer vença tudo de agora até o fim de 2017, Nadal garante a liderança por 100 pontos com estas três semifinais seguidas. O suíço terá então que contar com pelo menos uma queda do rival nas quartas ou antes, ou até com uma derrota na fase de grupos do Finals para assim poder sonhar em terminar o ano na ponta.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG