Notícias | Dia a dia
Orlandinho é superado na estreia em Campinas
02/10/2017 às 21h13

Orlandinho segue no saibro sul-americano e joga o quali em Buenos Aires

Foto: Arquivo

Campinas (SP) - Depois das eliminações de João Sorgi e Daniel Dutra Silva, o Brasil perdeu mais um representante ainda no primeiro dia de disputas da chave principal do challenger de Campinas. O gaúcho Orlando Luz foi superado na estreia pelo cabeça 6 eslovaco Andrej Martin, 176º do ranking, após a derrota por duplo 6/3 em apenas 1h00 de disputa no saibro da Sociedade Hípica.

Orlandinho tem apenas cinco vitórias em 14 jogos de nível challenger na carreira. Em uma temporada marcada por problemas físicos, nas costas e na perna além de uma lesão no ombro direito que o tirou de quadra por dois meses, o gaúcho de 20 anos venceu só dez jogos de future e mais dois em quali de challenger.

Atual 599º do ranking mundial, Orlandinho tem como melhor marca o 449º lugar alcançado em novembro de 2015. O gaúcho defende 24 de seus atuais 46 pontos até o final do ano e passou recentemente por uma troca de equipe. Ele saiu da cidade catarinense de Itajaí e se mudou para Balneário Camboriú, onde treina com o pai Orlando P. Luz e com Marcus Vinicius Barbosa, o Bocão.

Ao longo da rápida partida desta segunda-feira, Orlandinho equilibrava ações no começo da disputa ao ceder apenas três pontos no saque até o empate por 3/3 no set inicial. Mas bastou um game de serviço um pouco abaixo dos anteriores para que Martin quebrasse de zero e definisse o set logo na sequência.

O gaúcho teve ainda mais dificulade com o saque na parcial seguinte. Com doze pontos em 27 possíveis, sendo apenas quatro nos doze jogados com o segundo serviço, Orlandinho foi quebrado em três de seus quatro games de serviço. A única quebra a favor do jogador da casa veio quando Martin já liderava por 4/1, mas a breve reação do gaúcho foi insuficiente para buscar o empate.

Algoz do brasileiro, Martin enfrentará o austríaco Michael Linzer, responsável por eliminar o paulista João Sorgi do torneio. Já o jovem gaúcho segue no saibro sul-americano e disputará o qualificatório para mais três challengers no continente, começando por Buenos Aires, passando pela cidade colombiana de Cali e por Lima, no Peru.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis