Notícias | Outros
Brasileiros fazem três finais no ITF para cadeirantes
30/09/2017 às 19h24

O catarinense Jucelio Torquato é finalista na categoria Júnior

Foto: Eric Visintainer

São Paulo (SP) - Os campeões da 2a. etapa do Circuito ITF para Cadeirantes serão conhecidos, neste domingo, a partir das 9h30, nas quadras do Esporte Clube Pinheiros, com brasileiros na decisão de três finais: Masculino 2, Feminino e Júnior.

No Feminino, a brasiliense Maria Fernanda Alves, de 17 anos, cabeça de chave 1, disputa sua primeira final profissional. Número 3 do ranking brasileiro, ela venceu na semifinal, neste sábado, a mineira Ana Caldeira, por 6/2 6/3.

“Estou muito feliz de conseguir chegar à final. Hoje acho que minha cabeça fez a diferença na semifinal, me concentrei e me mantive focada nos momentos importantes. Venho evoluindo e está valendo a pena. Espero jogar solta na final, por em prática o que eu sei e o resultado será consequência. Vou dar o máximo”, afirmou Maria Fernanda, que também estava jogando a categoria Júnior, mas parou na semifinal perdendo para o mineiro Fábio Bernardes, por 6/2 6/4.

Na final, Maria Fernanda irá enfrentar a catarinense Marisa Ferreira, vice-campeã da 1a. etapa no Clube Esperia. Na semifinal, Marisa derrotou a brasiliense Aline Cabral, por 6/3 6/2.

“Acompanho a Fernanda desde quando ela começou, é uma jogadora que vem evoluindo, que está na transição do juvenil para o profissional. Vim para São Paulo focada para chegar na final e ser campeã”, disse a catarinense, quarta melhor tenista do Brasil e 83o. do mundo.

Na Masculino 2, a final será entre o paulista Renato Silva de Melo e o colombiano Pedro Julio Leon. Na semifinal, Melo passou por Thiago Saraiva, por 6/1 6/0, enquanto Leon derrotou Cristiano dos Santos, por 6/1 6/0.

Na Júnior, Jucélio Torquato ratificou a condição de principal favorito ao título. O catarinense de 17 anos, número 1 do Brasil e 7o. do mundo, superou na final o colombiano Luigy Nieves, por 6/3 6/4. Em busca do título, Torquato enfrenta o mineiro Fábio Bernardes, cabeça 2.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva