Notícias | Dia a dia
Federer revela que jogou US Open com dor nas costas
28/09/2017 às 09h19

Federer disse que não estava 100% em NY

Foto: Arquivo

Zurique (Suíça) - Eliminado nas quartas de final do US Open em uma grande apresentação do argentino Juan Martin del Potro, o suíço Roger Federer revelou que disputou o último Grand Slam da temporada com dores nas costas desde o começo do torneio e que sentiu um alívio quando pode enfim descansar.

Dúvida para jogar em Flushing Meadows até os últimos instantes, Federer teve problemas nas costas no Masters 1000 de Montréal, que se intensificaram na final e por causa disso acabou abdicando de sua participação em Cincinnati e só garantiu que jogaria em Nova York a poucos dias de o evento começar.

"As costas me atrapalharam em Montréal e depois a dor seguiu persistindo. Após jogar minha última partida em Nova York, fiquei feliz que tudo havia terminado. Uma semana de descanso e 90% dos problemas desapareceram", disse o ex-número 1 do mundo em entrevista para o jornal suíço Blick.

Ele garantiu que está totalmente recuperado e que jogou a Laver Cup, no último fim de semana, sem problemas nas costas. A participação de Federer na estreante competição foi um sucesso, teve a dupla histórica com o espanhol Rafael Nadal e terminou com ele anotando o ponto decisivo no confronto.

Questionado sobre suas metas para este fim de temporada, o suíço falou que acha difícil brigar pela liderança. "Meus planos para essa reta final de temporada independem do número 1, que é algo secundário para mim, até porque Nadal tem uma vantagem grande e está longe. Vou me concentrar no meu ritmo e só jogarei quando estiver bem", finalizou.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG