Notícias | Outros
Natan supera cansaço e larga bem em Salvador
26/09/2017 às 22h43

Natan chegou da Hungria e teve só 2 horas de descanso.

Foto: Juarez Matias/Divulgação

Salvador (Bahia) - Um dia inteiro de viagem de Budapeste, na Hungria, onde disputava o Mundial de 16 anos pelo Brasil, e Natan Rodrigues chegou na manhã desta terça-feira em Salvador. Descansou somente duas horas, mas conseguiu encaixar seu melhor tênis para vencer na estreia da categoria 18 anos da 33ª edição do Bahia Juniors Cup. O torneio é o terceiro mais valioso do país e disputado no Clube Bahiano de Tênis, com entrada gratuita.

O jovem de 15 anos, que recentemente conseguiu na Argentina seus primeiros pontos no ranking mundial juvenil, derrotou o parceiro de duplas, Bruno Oliveira, por duplo 6/1 no início da noite desta terça-feira na lotada quadra 1, a principal do clube.

"Foi cansativo sim, não posso negar, difícil dormir no avião, pouca coisa, cheguei 10h30, dormi umas duas horas, mas esqueci isso, conversei com meu técnico sobre a tática que deveria usar. Meu maior mérito foi esquecer esse negócio de viagem e conseguir impôr meu jogo. Consegui administrar bem a ansiedade de uma estreia aqui em casa, a mudança do piso do saibro para duro. Estou acostumado a jogar aqui, nível do mar, consegui treinar bem 40 minutos antes do jogo, senti bem a bola, venho sentindo bem a bola desde o Mundial", destacou o tenista. "Foi muito bom ter esse público, esse apoio de amigos, família, do presidente da Federação Baiana (Duda Catharino), dos sócios do clube. É gratificante."

Natan enfrenta nesta quarta-feira nas oitavas de final o quinto favorito, o argentino Facundo Tumosa, que derrotou o brasileiro Danilo di Pauli por duplo 6/1. A partida acontece não antes das 16h30. "Canhoto, da escola argentina. Conheço, é agressivo, ele é favorito. Mas vou montar uma boa tática para fazer um bom jogo e tentar a vitória", finalizou o campeão na categoria 14 anos em 2015. Natan disputa seu primeiro evento no Brasil valendo pontos para o ranking da Federação Internacional e justo em sua terra natal.

Depois da boa vitória na estreia na noite de segunda-feira, a baiana Maria Menezes, que treina no Clube Bahiano, foi derrotada pela portuguesa terceira favorita Rebeca Silva com parciais de 2/6, 6/2 e 6/3 após mais de duas horas de disputa. Apesar da derrota, Maria soma seus primeiros 15 pontos e vai aparecer de forma inédita no ranking juvenil da ITF. Ela tem apenas 14 anos e foi campeã do torneio baiano no mesmo ano que Natan e na mesma categoria.

"Foi uma boa partida. Não comecei muito bem, ela (Maria Menezes) jogou bem, mas comecei a variar o jogo e cresci na partida. Jogo difícil, ela na casa dela, com a torcida apoiando, motivada. Estou contente", afirmou a jovem de 16 anos, natural de Lisboa. Aos 13 anos ela marcou seus primeiros pontos no Bahia Juniors Cup que disputa pela terceira vez. "Muito bom aqui, tenho esta cidade e este torneio na memória. Sempre que posso venho ao Brasil, a língua e tudo é muito bom, gosto muito."

Favorita, Gasparin estreia com vitória - A brasileira Nathalia Gasparin, que joga pelo terceiro ano seguido o Bahia Juniors Cup, estreou com vitória e se garantiu nas quartas de final. Ela marcou 6/1 e 6/2 na brasileira Mariana Borges e vai encarar nas quartas de final a brasileira Thassane Abrahim, que batalhou por três horas para virar sobre Thaís Andreotti por 5/7, 7/6 (7/3) e 6/3.

"Fiz uma preparação muito boa em Curitiba (PR) na quadra rápida para chegar bem adaptada. São poucos torneios na quadra rápida que temos no Brasil. Joguei bem, estava um pouco nervosa no início, talvez por ser a favorita e por ser também a estreia, mas consegui me soltar e jogar um bom tênis", disse Gasparin, que disputa seu último evento do ano no juvenil, seguindo depois para torneios profissionais no Paraguai. "Meu objetivo aqui é o título. A Thassane será jogo duro. Se eu vencer terei mais uma partida dura pela frente."

A segunda favorita, a peruana Romina Ccuno avançou derrotando com facilidade a brasileira Ana Clara Zaidan por 6/1 e 6/0. Na sequência, ela encara a brasileira Andressa Gomes.

A quarta-feira será mais um dia cheio, com todos os jogos de oitavas de final de simples do masculino e quartas do feminino a partir das 10h na categoria principal. Destaques para o alagoano filho de feirante com doméstica, Raí Araújo, que faz o terceiro jogo da quadra 1 em torno de 13h contra o brasileiro Diego Padilha, terceiro favorito, e às 16h30 com Natan Rodrigues enfrentando o argentino Facundo Tumosa, quinto favorito.

O 'baiano suíço', Aaron Schmid, que nasceu e mora perto de Lausanne, na Suíça, mas tem mãe baiana com casa em Itapoan, joga não antes das 15h na quadra 2 contra o brasileiro Matheus Queiroz. Schmid é o segundo favorito.

Na categoria 16 anos, o baiano Gustavo Schwebel faz o primeiro jogo do dia a partir das 9h contra Lucas Batista, sexto favorito, e no feminino Julia Catalino faz duelo baiano contra Thainá Carvalho na mesma categoria em torno de 12h30.

Resultados parciais desta terça-feira:

Masculino - 18 anos - 1ª Rodada

Natan Rodrigues (BRA) 2x0 Bruno Oliveira (BRA) 6/1 6/1

(3) Diego Padilha (BRA) 2x0 Leonardo Frederico (BRA) 6/3 6/2

(Q) Raí Araújo (BRA) 2x1 Milledge Cossu (EUA) 7/6 (7/3) 3/6 6/4

(5) Facundo Tumosa (ARG) Danilo Pauli (BRA) 6/1 6/1

Feminino - 18 anos - Oitavas de Final

(1) Nathalia Gasparin (BRA) 2x0 Mariana Borges (BRA) 6/1 6/2

(2) Romina Ccuno (PER) 2x0 Ana Zaidan (BRA) 6/1 6/0

(3) Rebeca Silva (POR) 2x1 Maria Menezes (BRA) 2/6 6/2 6/3

(4) Maria Jardim (BRA) 2x0 Giulia Aguiar (BRA) 6/1 6/2

Julia Klimowicz (BRA) venceu (5) Raíssa Wagner (BRA) por 6/1 3/0 abandono

(6) Isabella Ciacanglini (BOL) 2x0 Julia Almeida (BRA) 5/7 7/6 (7/3) 6/3

(7) Andressa Gomes (BRA) 2x0 Mariane Lima (BRA) 7/6 (8/6) 6/2

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva