Notícias | Copa Davis
Velocidade de quadra da Davis não preocupa Melo
14/09/2017 às 19h19

Melo e Soares enfrentam dupla japonesa no próximo sábado

Foto: Divulgação

Osaka (Japão) - Ainda que a equipe brasileira da Copa Davis tenha se surpreendido com uma quadra mais lenta que o esperado, a velocidade do piso não preocupa tanto Marcelo Melo. O duplista mineiro acredita que o palco das partidas contra o Japão ainda é adequado para que ele e o parceiro Bruno Soares desempenhem o melhor tênis para o duelo do próximo sábado contra Yasutaka Uchiyama e o estreante Ben McLachlan.

"Nós esperávamos que a quadra estivesse mais rápida, mas ainda está boa para mim e para o Bruno porque nós gostamos de quadras duras. Se elas forem um pouco mais rápidas, fica ainda melhor. A quadra parece ser nova e o estádio é ótimo. Será muito bom para o nosso time jogar aqui", disse Marcelo Melo.

Irmão e treinador de Marcelo, Daniel Melo tem opinião parecida com a do duplista. "Essa quadra parece que foi feita há pouco tempo. É bem áspera e está lenta. A bola que eles escolheram também é um pouco maior, então o jogo não está tão rápido, mas nada que a gente não goste dessas condições".

Depois da chuva do início da semana que levou alguns treinos para quadras cobertas, Daniel expõe que os brasileiros puderam se preparar melhor no local das partidas nos últimos dias. "Hoje a gente conseguiu treinar um pouco nas quadras de fora e fizemos muito exercício específico com os juvenis e hoje pudemos concluir mais um set e pouco na quadra principal. A dupla vem se encaixando bem para enfrentar o Japão".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series