Notícias | Dia a dia
Federer só pode passar Nadal no ranking em Paris
13/09/2017 às 12h35

Disputa entre Nadal e Federer ficará para o fim de 2017

Foto: Arquivo

A disputa da liderança do ranking entre o atual número 1 do mundo Rafael Nadal e o suíço Roger Federer só irá realmente ocorrer nas duas últimas semanas da temporada. Com vantagem atual de 1.960 pontos, o espanhol só defende 100 pontos até o fim de 2017 e por isso só poderia ser ultrapassado no Masters 1000 de Paris.

Federer só tem mais quatro torneios agendados para o restante da temporada: o Masters 1000 de Xangai, o ATP 500 da Basileia, o Masters 1000 de Paris e o ATP Finals de Londres. Precisando descontar quase 2 mil pontos para sonhar com a ponta, ele só conseguirá este feito se for campeão nos próximos três eventos que for jogar.

Para piorar a situação do suíço nesta disputa pelo número 1, Nadal vai disputar um torneio a mais do que ele, vai estar em ação no ATP 500 de Pequim, onde pode ampliar ainda mais a vantagem e assim deixar a briga apenas para o Finals. Os outros eventos na agenda do canhoto de Mallorca são exatamente os mesmos de Federer, criando um duelo direto nestas competições.

Se Nadal for campeão em Pequim, a diferença irá para 2.370 pontos, com ele defendendo apenas mais 10 em Xangai. Federer então teria que vencer os três torneios seguintes que ambos forem disputar e ainda torcer por eliminações bem precoces do rival espanhol. Por causa da distância entre eles, a definição do líder do ranking deve acontecer mesmo só em Londres.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva