Notícias | Dia a dia
Becker recomenda que Murray selecione calendário
10/09/2017 às 11h11

Becker acha que Murray tem de focar os Slam e Masters

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Sob risco de sofrer uma segunda cirurgia, desta vez no quadril, o escocês Andy Murray deveria selecionar melhor seu calendário em 2018 para que consiga prolongar ao máximo a carreira. Esta é a opinião do alemão Boris Becker, em entrevista dada à rede britânica BBC.

"Ele tem agora 30 anos e não pode pretender competir da mesma forma que fazia quando tinha 20", afirma o ex-treinador de Novak Djokovic. "Murray tem um corpo desgastado. Dessa forma, precisa saber melhor o que é ideal para si mesmo, quantas partidas jogar, quantas sessões de treinamento fazer para manter o ritmo adequado", sugere.

Murray já foi obrigado a passar por cirurgia em 2014 para o ombro direito e isso lhe custou queda no ranking e difícil recuperação. Desde janeiro, sofre agora com um problema de desgaste no quadril. Tentou empurrar o calendário até Wimbledon e desde então não consegue jogar, tentando evitar nova operação.

Becker diz que Murray precisa seguir os exemplos de seus principais concorrentes. "(Roger) Federer é líder nisso, reduzindo seu calendário. (Rafael) Nadal já jogou menos no ano passado e Novak (Djokovic) tem escolhido melhor os torneios e, após a contusão no cotovelo, estou certo que diminuirá ainda mais em 2018. Para eles, a meta tem de ser ganhar os Grand Slam e os Masters 1000 e tentar se manter entre os melhores do ranking. É o que importa".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis