Notícias | Outros
Programa atende 24 mil crianças em quatro anos
05/09/2017 às 09h31

Crianças atendidas na etapa extra de Cubatão.

Foto: Divulgação/Cades

São Paulo (SP) - Após a conclusão da etapa extra na cidade de Cubatão, entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro, chegou ao final a edição de 2016 do Circuito Tênis para Todos, projeto realizado pelo Cades (Instituto Cidadania através do Esporte), por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte com patrocínio do Banco Itaú Unibanco, e que completa quatro anos. 

Criado para fomentar e desmistificar o tênis em diversas regiões do Estado de São Paulo, com o objetivo de aumentar o número de interessados e praticantes da modalidade e também qualificar os profissionais envolvidos para o desenvolvimento e divulgação da modalidade, o Circuito Tênis para Todos, desde 2013, promove vivências de Pré-Tênis para crianças de 6 a 14 anos da rede pública de ensino e formação inicial para profissionais e interessados no tema das escolas e secretarias envolvidas. 

Os números impressionam. Durante as quatro edições, o Circuito Tênis para Todos atendeu 24.812 crianças, em 40 etapas realizadas nas 88 escolas públicas de 35 cidades do Estado de São Paulo. Também foram capacitados 884 professores e realizados 29 festivais de tênis em espaços públicos para a comunidade de algumas cidades que passou. 

Mas não para por aí. O material pedagógico usado durante as etapas foi doado aos municípios. Ao todo foram doadas 1.114 raquetes de tênis, 4.769 bolas e 105 redes. 

"Nestes quatro anos de Circuito de Tênis para Todos, através de uma ‘nova’ ferramenta pedagógica, objetivamos desenvolver os quatro pilares da educação: ser, saber, fazer e conviver, buscando a inclusão e transformação social através da nossa passagem e legado deixado. Por onde passamos, em ações e discussões, incentivamos a inclusão do Esporte Educacional através do Tênis nas políticas públicas municipais para além da dimensão cognitiva, pois pelas nossas experiências, sabemos que o esporte influencia a formação do auto estima da pessoa, o que determinará a motivação ou desistência da sua prática, levando em toda sua vida social e física”, destacou Silvia M. Vidal, presidente do Cades. 

“O Circuito Tênis para Todos dissemina o esporte como ferramenta para o desenvolvimento humano e especialmente como movimento desmistificador do esporte dito elitizado”, acrescentou a presidente. 

A última edição do Circuito Tênis para Todos foi realizada de setembro de 2016 a agosto deste ano e contou com nove etapas: Lorena, Mauá, São Carlos, Araras, Guarulhos, Ilha Comprida e Eldorado/Iporanga, Botucatu e Cubatão.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva