Notícias | Dia a dia | US Open
Bellucci sente falta de ritmo e treinará nos EUA
30/08/2017 às 21h19

Bellucci retomou parceria com o preparador Cassiano Costa e treinará na Flórida

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - Superado ainda na rodada de estreia do US Open, Thomaz Bellucci sentiu a falta de ritmo e a falta de treinamento para o torneio, por conta de uma infecção e continuará nos Estados Unidos para retomar a rotina de treinos.

"A preparação não foi como eu gostaria para o US Open. Tive pouco tempo para treinar, fiquei 15 dias sem conseguir treinar. Praticamente cheguei e joguei", disse Bellucci após a derrota por 6/4, 6/3 e 6/2 para o alemão Dustin Brown em 1h42 de partida nesta quarta-feira.

"Também não joguei como eu queria hoje. O Brown jogou bem, sacou bem, me deu pouquíssimas chances de fazer alguma coisa no saque dele. Depois que ele ganhou o primeiro set, começou a jogar solto e é muito perigoso quando joga assim", observou o paulista, que também havia sido superado por Brown no saibro de Bastad, em julho.

Bellucci continua mais uns dias nos Estados Unidos. Ele retomou a parceria com o preparador físico Cassiano Costa, que mora em Bradenton, e vai ficar treinando com ele na Flórida até André Sá encerrar sua participação no US Open e se juntar a eles em Bradenton.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series