Notícias | Dia a dia
Thiem perde match points e cai de novo na estreia
09/08/2017 às 00h34

O argentino Schwartzman venceu a primeira contra top 10 na carreira

Foto: Divulgação

Montréal (Canadá) - Em sua quarta participação no Masters 1000 do Canadá, Dominic Thiem continua sem conseguir passar pela rodada de estreia. Terceiro cabeça de chave e número 7 do mundo, o austríaco caiu diante do argentino Diego Schwartzman, 36º do ranking, por 6/4, 6/7 (7-9) e 7/5 em 2h52 de partida.

Garantido nas oitavas de final, Schwartzman conseguiu a primeira vitória em quatro duelos contra Thiem. Aos 24 anos, argentino também superou um top 10 pela primeira vez depois de 14 tentativas, sendo oito delas neste ano. Seu próximo rival é o norte-americano Jared Donaldson, jovem de 20 anos e 66º do ranking, que passou pelo francês Benoit Paire com parciais de 6/2 e 7/5.

Mesmo sendo o primeiro a quebrar, Thiem pagou pela falta de consistência no set inicial. O austríaco permitiu o empate de imediato e voltaria a perder o saque no importante décimo depois de dois erros não-forçados de forehand seguidos, terminando a parcial com 19 erros.

Schwartzman abriu 2/0 no segundo set, mas Thiem reagiu ao vencer quatro games seguidos. O argentino devolveu a quebra e o jogo ganhou em emoção e equilíbrio. O tiebreak da parcial foi disputado em altíssimo nível e o austríaco precisou de cinco set points para empatar o jogo.

Depois de salvar um break point no game de abertura do último set, Thiem vinha firme nos games de serviço. Por outro lado, Schwartzman ficava cada vez mais dependente do segundo serviço e não resistiu às devoluções agressivas e quebras de ritmo impostas pelo austríaco, perdendo o saque no sexto game.

Quando já perdia por 5/2, o argentino salvou dois match points em seu serviço. Logo depois, Thiem perdeu a chance de sacar para o jogo, desperdiçando a terceiro match point. Schwartzman ainda ficaria mais uma vez a um ponto da eliminação, mas ganhou confiança e buscou o empate por 5/5. No game seguinte, Thiem voltou a errar demais e isolou um forehand de maneira melancólica para ser novamente quebrado. Na vez de o argentino sacar para o jogo, foi preciso sair de 0-40, contando de novo com erros bobos do austríaco para comemorar a maior vitória da carreira.

Em jogo que concluiu a primeira rodada, o norte-americano Jack Sock confirmou a condição de cabeça 15 do torneio e estreou vencendo o francês Pierre-Hugues Herbert por 7/6 (7-4) e 6/3. Sock retorna à quadra já nesta quarta-feira para enfrentar o espanhol David Ferrer, contra quem tem uma vitória e uma derrota.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva