Notícias | Outros
Dupla comemora resultado no mundial de beach tennis
08/08/2017 às 08h58

Diogo e Ralff foram semifinalistas no mundial

Foto: Divulgação

Cervia (Itália) - A dupla campeã do Pan-Americano de beach tennis, Diogo Carneiro e Ralff Abreu, vivem a melhor fase em quadra. Os atletas estão entre os 13 melhores do mundo no ranking da Federação Internacional de Tênis (ITF), e o último desafio na Itália, o mundial da Cervia de beach tennis ocorrido no final de semana, tende a alavancar a posição dos jogadores, deixando-os entre os top 10 do mundo. “Esta semifinal foi o nosso melhor resultado até agora. Uma oportunidade incrível”, conta Diogo que atualmente ocupa a 10ª colocação.

O caminho percorrido na Cervia teve jogos importante contra nomes de destaque da modalidade. Nas oitavas de final, eliminaram Vinicius Chaparro e Théo Irigaray, pelo placar de 6/3 e 6/4. Nas quartas de finais passaram por Fabrizio Avantagiatto e Giuseppe Attolino, por 6/2 e 7/5. Nas semifinais, enfrentaram a dupla considerada a melhor do ano, os italianos Luca Cramarossa e Marco Garavini, e perderam pelo placar de 6/4 e 7/5.

Em entrevista para o site da confederação de beach tennis ITF, Garavini comenta sobre a qualidade da dupla brasileira. “Não estou orgulhoso do jeito que joguei hoje. Tenho jogado bem, mas nesta semifinal de hoje não consegui. Talvez porque nossos oponentes eram muito bons”, diz o italiano, que acabou com o vice-campeonato, perdendo para a dupla Michele Cappelletti e Luca Carli, na grande final.

Estes pontos ganhos na Itália devem ser computados no dia 21 de agosto, quando acontece a nova divulgação do ranking ITF. O anúncio pode trazer uma boa notícia para os brasileiros, que vêm se destacando a cada partida. Ocupando a 13ª colocação, Ralff deve entrar, pela primeira vez na carreira, entre os dez melhores, já que a atual melhor dupla brasileira Marcos Ferreira e Thales Santos não defenderam um bom rendimento.

“Estou muito feliz! Os resultados foram muito bons ao longo deste ano. Isto só coroa o trabalho que venho fazendo ao lado do Diogo nesses três anos. Aguardamos a computação destes pontos conquistados na Itália, que com certeza foi uma das nossas melhores atuações em quadra, devido a importância do campeonato”, conta Ralff, que ao lado de Diogo, devem se tornar a nova dupla número 1 do Brasil nos próximos dias.

Diogo concorda e reforça: “Batemos na trave”. Até agora, nenhum estrangeiro conseguiu tirar os italianos das finais do mundial. Apesar da derrota, a dupla retorna ao Brasil com muita confiança, pois apresentaram um bom jogo. “Foi uma semifinal muito dura, tivemos o domínio da partida o jogo inteiro, mas nos momentos decisivos para fechar os dois sets eles foram melhores. Mas valeu! Agora é aguardar o novo ranking ITF”, encerra Ralff.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva