Notícias | Dia a dia
Melo e Kubot falham no saque e ficam com o vice
06/08/2017 às 15h28

Melo e Kubot seguem agora para o Masters de Montréal

Foto: Arquivo

Washington (EUA) - Depois de 17 vitórias e três títulos consecutivos, Marcelo Melo e seu parceiro polonês Lukasz Kubot finalmente foram derrotados. Eles ficaram com o vice-campeonato no ATP 500 de Washington, ao perder para os cabeças 1, Henri Kontinen e John Peers, com equilibradas parciais de 7/6 (7-5) e 6/4.

O resultado foi vingança do finlandês e do australiano em cima da queda nas semifinais de Wimbledon, há poucas semanas, em que caíram por apertados 9/7 do quinto set. Em seguida, Melo e Kubot chegariam ao histórico troféu no Grand Slam britânico.

"Hoje o jogo praticamente foi decidido em dois pontos", analisou Melo. "Um reflexo impressionante do Kontinen no tiebreak e outro lance no 'no-ad' do segundo set. Durante as 17 vitórias também aconteceu isso com a gente, assim é a dupla".

Melo e Kubot vinham de três conquistas consecutivas sobre quadras de grama e buscavam o sexto título de uma excelente temporada. A parceria, que se juntou no começo da temporada, já ganhou Miami, Madri, Hertogenbosch, Halle e Wimbledon, além dos vices em Indian Wells e agora em Washington.

Líder do ranking individual de duplas e também da classificação por parcerias no ano, Melo disputou sua 48ª decisão de duplas e buscava o 28º título. Este foi o primeiro título de Kontinen e Peers desde a inesperada campanha do Australian Open. O finlandês tem agora 14 na carreira e Peers, 13.

No duelo deste domingo, Melo e Kubot desperdiçaram dois break-points no sétimo game do primeiro set que dariam importante vantagem de 5/3. Salvaram dois set-points no 12º game, mas cederam um serviço no tiebreak, no 4-2, o que seria decisivo. O segundo set seguiu sem break-points até o nono game, quando então os cabeças 1 obtiveram a quebra e sacaram com autoridade para fechar o jogo.

Todos eles seguem agora para Montréal, onde participam do Masters 1000 a partir de quarta-feira. Com mais de 2 mil pontos de vantagem no ranking da temporada, Melo e Kubot não correm risco de perder a liderança. "Vamos confiantes para os dois Masters", garante o mineiro.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis