Notícias | Dia a dia
Kleybanova fica com vice, Kanepi ganha ITF
30/07/2017 às 17h56

Kleybanova não disputava uma competição oficial desde maio do ano passado

Foto: Divulgação

Hua Hin (Tailândia) - Na semana em que marcou seu retorno às quadras depois de 14 meses, a russa Alisa Kleybanova ficou com o vice-campeonato do ITF de US$ 25 mil de Hua Hin, na Tailândia, após perder a final para a anfitriã Luksika Kumkhum por 7/5, 6/7 (4-7) e 6/3.

Kleybanova não disputava uma competição oficial desde maio do ano passado, no saibro romeno de Galati. Aquele, aliás, foi o único torneio do qual ela participou durante todo o ano de 2016.

A russa, que completou 28 anos recentemente, já foi top 20 em 2010 e foi diagnosticada com linfoma de Hodgkin no ano seguinte. Recuperada da doença, ela conseguiu voltar ao top 100 em 2014, quando começou a sofrer com problemas crônicos no ombro direito.

Kanepi e Schnyder campeãs - Outra veterana que disputou uma final nesta semana foi a estoniana Kaia Kanepi, que conquistou o ITF de US$ 15 mil no saibro de Parnu, em seu país. Ela venceu a decisão contra a russa Polina Golubovskaya por 6/1 e 6/0. O torneio em casa foi apenas o quarto que ela disputa no ano e ela já conquistou dois títulos.

Dona de quatro títulos de WTA, a veterana de 32 anos aparece apenas no 446º lugar do ranking. Ex-top 15, Kanepi vem sofrendo com lesões no tendão de aquiles da perna direita desde 2011. Ela acabou saindo do top 100 em 2015 e disputou apenas seis torneios no ano passado, encerrando a temporada fora do grupo das 300 melhores.

Ainda neste final de semana, a suíça Patty Schnyder conquistou o ITF de US$ 25 mil no saibro alemão de Horb após vencer a compatriota Conny Perrin por 6/3 e 6/1. Ex-número 7 e atual 233ª do ranking, a veterana de 38 anos chegou a se aposentar em 2011, mas vem retomando a carreira nos últimos dois anos e já venceu quatro torneios desde então. Há duas semanas, em Gstaad, a suíça sua primeira vitória em uma chave principal de WTA desde 2011.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis