Notícias | Dia a dia
Campeão, jovem russo tem o maior salto do top 100
24/07/2017 às 08h07

Rublev conquistou em Umag seu 1º título da carreira

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - Após faturar seu primeiro título na ATP, o jovem russo Andrey Rublev viu a conquista no saibro de Umag lhe render uma boa subida no ranking, a maior de todos os top 100. Ele ganhou 25 posições na lista, entrou para o top 50 pela primeira vez e agora é o 49º do mundo, sua melhor colocação da carreira.

Outro que deu uma boa subida foi o ucraniano Alexandr Dolgopolov, que ganhou 22 lugares com o vice-campeonato em Bastad, indo para a 67ª posição. Seu algoz na final, o espanhol David Ferrer aproveitou o título para recuperar um pouco de terreno, melhorou sua colocação em 13 postos e agora é o 33º do mundo.

Também campeão no último domingo, o norte-americano John Isner teve uma ascensão bem menor e só ganhou uma colocação, mas foi o suficiente para garantir o retorno ao top 20. Sua vítima na final de Newport, o australiano Matthew Ebden deu um enorme salto de 95 posições, mas ainda assim não chegou ao top 100 e parou no 154º lugar.

Algoz do paulista Rogério Silva em Umag, o italiano Alessandro Giannessi foi mais um dos que teve uma segunda-feira boa no ranking, ganhou 20 posições com a semi no torneio croata, voltou ao top 100 e alcançou sua melhor marca na ATP.

O topo do ranking mudou pouco e o top 10 passou intacto. A primeira mudança aconteceu com a queda do francês Gael Monfils, que caiu de 13º para 16º, sendo ultrapassado pelo belga David Goffin, que assumiu o posto de 13 do mundo, pelo tcheco Tomas Berdych (14º) e pelo espanhol Pablo Carreño (15º).

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva