Notícias | Dia a dia | Wimbledon
'É difícil encontrar pontos positivos', diz Nadal
10/07/2017 às 20h28

Nadal mais uma vez fica fora das quartas de Wimbledon

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Eliminado nas oitavas de final de Wimbledon, Rafael Nadal acredita que é difícil encontrar pontos positivos em sua campanha, ainda que ele tenha repetido seu melhor resultado das últimas cinco participações no Grand Slam britânico. Para o número 2 do mundo e o bicampeão do torneio, ficou o sentimento de oportunidade perdida.

"Perdi nas oitavas e não é o resultado que eu esperava. É difícil analisar essa campanha de um modo positivo agora. É verdade que eu venci mais partidas e joguei melhor que nos últimos anos, mas ao mesmo tempo eu estava pronto para as fases mais importantes. Então sinto que perdi uma oportunidade", disse Nadal após a derrota por 6/3, 6/4, 4/6, 4/6 e 15/13 para o luxemburguês Gilles Muller.

"É claro que tive minhas chances e ele cometeu alguns erros, mas não foi o suficiente. É verdade que no último set, ele foi mais agressivo e jogou melhor que eu. Eu joguei bem em alguns momentos, mas estive várias vezes lutando contra o placar no quinto set. Quando você fica nessa situação muitas vezes, é normal que você acabe perdendo", avalia o espanhol, que esteve sempre atrás no placar no último set e com a pressão precisava confirmar o serviço para se manter vivo no jogo.

"É difícil quando você joga contra um jogador como ele, que não lhe dá muito ritmo. Tive a minha chance no começo, mas quando você joga contra esse tipo de jogador, você não pode cometer erros. Foi o que eu fiz duas vezes no primeiro e segundo conjuntos. Isso me custou dois sets", avaliou o bicampeão, que teve um break point no set inicial e outros dois na parcial seguinte, mas não os aproveitou, e foi quebrado na sequência em ambos os sets.

"Nos primeiros dois sets, cometi alguns erros que me fizeram ter que jogar sempre atrás no placar, o que difícil contra um jogador como ele. É difícil voltar para o jogo depois de perder dois sets contra um adversário como ele", acrescentou. "Dou os parabéns a ele, que jogou muito bem, especialmente no quinto set, mas lutei com a última bola. Tive boas chances no quinto set, mas ele teve mais chances do que eu. Então talvez ele merecesse um pouco mais do que eu".

 

Comentários
Faberg
Roland Garros Series