Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Bicampeã, Kvitova alerta: 'O torneio está aberto'
02/07/2017 às 12h58

Tcheca avalia que há um grande número de candidatas ao título

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Dona de dois títulos em Wimbledon, Petra Kvitova avalia que é difícil traçar um favoritismo para o Grand Slam britânico, ainda mais porque a sete vezes campeã e vencedora das duas últimas edições Serena Williams não estará em quadra. A canhota tcheca destaca que há um grande número de candidatas ao título.

"Eu acho que ainda temos grandes jogadoras na chave, ainda Serena não esteja no torneio. Quero dizer, temos algumas favoritas, mas o torneio está muito aberto. Então não dá para saber quem vai ganhar", disse Kvitova, que já venceu o Grand Slam britânico nos anos de 2011 e 2014.

A canhota tcheca ficou seis meses sem jogar afastada, recuperando-se dos ferimentos na mão esquerda causados após um assalto em sua casa em dezembro no ano passado. Por isso, ela tem cautela para avaliar suas chances no torneio.

"Meu primeiro objetivo é tentar fazer o meu melhor na primeira rodada. Penso que ainda tenho coisas para melhorar para voltar ao meu melhor nível", comentou a atual 12ª do ranking, que disputará apenas seu terceiro torneio desde a volta às quadras.

A tcheca também tem a comemorar o desempenho apresentado nas quadras de grama de Birmingham, onde conquistou o título no último domingo. "Acho que a grama sempre me dá uma confiança extra, porque eu sei que posso jogar bem. Durante o torneio, eu sentia a cada rodada que vinha jogando cada vez melhor, o que sempre é bom sinal".

Kvitova inicia a busca pelo tricampeonato nesta segunda-feira, por volta das 11h (de Brasília). Ela enfrenta a 53ª colocada sueca Johanna Larsson, contra quem venceu os quatro duelos anteriores. "Eu joguei contra a Johanna no ano passado Indian Wells. Ela é muito boa no saque e tem um bom forehand".

"Acho que no backhand, ela tem um bons slices e usa muitos drop-shots", avalia sobre a rival sueca. "Ela joga um pouco diferente em relação às outras meninas. Mas a chave para vencê-la provavelmente será manter meu saque e tentar quebrá-la".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series